terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Podia ser pior

Diz um amigo meu, quando a vida não lhe corre bem, ou mesmo muito mal, que podia ser pior!

Agarro-me a estas palavras com todas as forças, quando atravesso maus bocados. E está naquela altura do ano de fazer balanços e retrospectivas e traçar objectivos para o ano seguinte e estas palavras são bem capazes de ser a minha frase eleita do ano.

Que posso dizer?

Comecei o ano a perder um bicho de estimação, acabei o ano a perder outro. Desta última vez, tal foi a dor, a falta de sentido, a perda de palavras, o remorso por não ter escrito nada de jeito quando foi a vez do Lucas, que escrevi vários post's mentais mas não teclei nenhum. Mas sim, perdemos a Maria este mês.
Podia ser pior? Podia, ela podia não ter tido uma boa vida de cão, podia ter partido mais cedo, ou eu podia ter perdido mais bichos.

A saúde geral da família não é a melhor, com sequelas previstas para 2015, mas que só posso pensar que tenham finais felizes. Eu própria padeci grande parte do ano de uma conjuntivite crónica/alérgica/ó raio que a parta, que suspeito agora ser afinal activada por stress.
Podia ser pior? Podia, em casos de saúde podia sempre ser pior.

Na minha constante batalha profissional para atingir objectivos e alcançar ambições, vi o meu castelo de planos desmoronar-se à minha frente e ser invadido pela frustração. A estrada está agora cheia de destroços e sinceramente não sei muito bem por onde ir nem onde posso pisar.
Podia ser pior? Podia, podia até nem sequer ter emprego!

Bateram-me duas vezes no The Red Bimmer (e agora penso melhor se devia escrever isto porque afinal de contas o ano ainda não acabou...). Podia ser pior? Podia, podiam ter batido 3 vezes.

Se 2014 podia ser pior? Claro que sim! O amigo dono destas palavras foi pai. E com isto, afinal de contas, 2014 foi um grande ano!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Venda do Pinheiro (Iluminado)

Não sei há quanto tempo este pinheiro existe mas será que a Venda se chama assim por causa dele?

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

A grande desculpa

Sim, é uma mini árvore de natal.
Sim, canta e dança.
Não, não, é para os putos! Eles vão adorar! A sério!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Vou passar o resto da minha vida na IC17

Visto que este deve ser um dos meus últimos contactos com o mundo exterior, queria aproveitar para deixar aqui uma mensagem para o Homem-Que-Não-Assina:
"Os pastéis de bacalhau que eu levava para o jantar....já eram!"

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Às vezes esquece-me

Não se pode confiar nas pessoas que não confiam em ninguém

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Disseram Série 1 ao telefone

Eu aqui já com toda lançada com um post cheio de trocadilhos sobre os sonhos das mulheres, o vestir dois números abaixo e a viatura de cortesia ser um série 1, e pimba! dão-me um X1! Raios! Isso é como ser uma baixinha gordinha!!!

Bem...posso sempre voltar à temática do quanto odeio monovolumes, e já ser o segundo que me emprestam este ano!

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Provavelmente o post com mais BMW's de toda a História dos Post's

A oficina é exclusiva da BMW, para lá da cancela vislumbro um parque de estacionamento cheio de BMW's de todos os tamanhos e idades.
O BMW à minha frente passa a cancela e eu avanço, ainda a olhar para a grandeza (literal) do local. Tiro o ticket e, enquanto a cancela abre, vejo que o condutor do BMW à minha frente estacionou logo a seguir à cancela, está a sair do carro e a ligar o alarme.
A cancela fecha à minha frente, eu com o ticket na mão, ainda a pensar no que fiz mal.

Saio do meu BMW, ligo o alarme, conforto os 2 BMW's atrás de mim, que começaram entretanto a apitar, que me desculpem mas vou só ali e já venho, e sigo o dono do BMW até ao café da oficina.
Peço ao senhor, por favor, se não se importa de tirar o BMW de frente da cancela, porque há mais 3 BMW's (pelo menos) a querer entrar. O senhor olha vagamente para a cancela e responde, ainda mais vagamente "Ah! Sim...sim..."

Em silêncio, o meu cérebro explode "Oh sim sim! meu palhaço???? Tira mas é já a porcaria do BMW dali! 'Tás parvo ou quê? Estes car***** com BMW's pensam que são donos do mundo!". Entretanto chego ao meu BMW, bolas!, também tenho um!

Passo finalmente a cancela, e sou de imediato abordada por um simpático senhor, que me diz para ir à minha vida, que ele estaciona o BMW no parque (já a transbordar de BMW's estacionados em todos os sentidos, alguns ía jurar que até na vertical). Comecei por pensar que as novas técnicas de Car-Jacking estão a seguir regras de etiqueta e educação, mas acabei por ceder ao senhor, sempre com um olho no meu BMW enquanto ele o arrumava em estilo Tetris entre um BMW e uma BMW.

Diz que tenho direito a um BMW de cortesia, vai-se a ver, ainda é um Mini!


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

BichanoMan

Desde pequena, o meu super-herói favorito sempre foi o Batman. Não sei bem se por ter um grande carro, uma caverna só para ele, aquela voz grossa ou por ser multi-bilionário com acesso a todos os gadgets que quiser, mas enfim, sempre foi o Batman.

Para ajudar, juntou-se o favoritismo ao visualmente agradável quando o Batman passou a ser representado pelo Christian Bale nos filmes. E não, não quero falar da recente escolha do Ben Affleck.

Fiquei toda contente quando encontrei umas t-shirts do Batman para os meus putos e sem olhar a preços, comprei.

Ora, com este meu nível de fã, imaginem a minha desilusão quando mostro as t-shirts e o J. aponta para o Batman e diz "Miau!".


quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Já não se fazem músicas como dantes



segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Por falar em bicheza

http://www.tvi24.iol.pt/acredite-se-quiser/floresta-tropical/frente-a-frente-com-a-maior-aranha-do-mundo

Isto era bichinho para me fazer renunciar completamente à vida ao ar livre.

Arranjava um emprego de tele-marketing a partir de casa, calafetava tudo, portas, janelas, buraquinhos, fendas e afins, só fazia compras online e contratava um homem para me ir por o lixo à rua. Done!

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

A chaaaaaave! O dinheeeeeeeiro!

Entrei numa loja para ir ver uma televisão em promoção (e que não precisamos porque a nossa está boa, mas 55 pol. são 55 pol. e WoooooooW, dá para ver os pelos do nariz do Brad Pitt em 3D), e saí a pensar que prefiro gastar o mesmo dinheiro numa máquina de lavar que lave 12 Kg de uma vez. E estava lá uma bem gira, com ar de nave espacial e tudo.

Com isto, cheguei à triste conclusão que estou a ficar velha. Nem é bem velha, é dona-de-casa, daquelas que vê o Gouxa e o programa da Júlia.

HQNA, temos de comprar a televisão JÁ!!!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Rais'parta mais ós bichos e às aranhas e ó camandro!

O camandro chegou ao meu quintal sob a forma de um batalhão de lagartas que em 2 dias comeu uma couve do tamanho de...vá lá...um anão!

Felizmente a minha horta está em modo "final de época", e fora aquela couve já só havia um tomateiro raquítico e uns quantos cebolinhos, que aparentemente não fazem parte da dieta de lagarta.

Não sei que espécie de lagarta será, mas chamo-lhe "Lagartis Evaporitis", porque assim que a couve ficou reduzida a cotos, o batalhão de dezenas (e não estou a exagerar nas dezenas, que isto é a foto de uma folha só) desapareceu sem deixar qualquer tipo de rasto.

Só cocó de lagarta, muito, aos montes.




sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Tricky Little Heart

Sou muito assustadiça.
E muito é capaz de ser aqui um eufemismo, porque basta uma bolinha de cotão que num primeiro olhar tenha uma parecença mínima com um bicho e é o suficiente para me fazer saltar 3m de imediato.

Mas atenção, ser assustadiço não é ser medricas! Porque ao olhar uma 2ª vez para o objecto de susto assumo de imediato a postura adequada e auto-critico a minha imaginação fértil.

O ser assustadiço ganha toda uma nova dimensão quando se conjuga com ser distraído, coisa que também sou...bastante! E fica ainda mais giro quando se cozinham estas minhas qualidades com a minha aracnofobia!

Tudo isto serve de introdução à pequena rábula que vos vou contar a seguir, acerca do meu "tricky little heart". Temos como piada caseira a certeza de que a nossa gata hiper-nervosa Nikita, quando morrer, será de ataque cardíaco, causado pelo aspirador ou simplesmente por um "bom dia" do Homem-Que-Não-Assina. No entanto, em dias como o que passo a contar, fico a pensar se não serei eu a padecer primeiro...

Cenário: Cozinha da Habitação-Que-Não-Assina
Cena: Uma noite de semana normal, lá fora chove a cântaros, eu estou a preparar o jantar, o Homem-Que-Não-Assina saiu já há algum tempo para tomar banho no piso de cima.

Completamente absorta entre o som da chuva e dos tachos, entretida a pensar nas especiarias, em frente ao fogão, não dou pela entrada do Homem-Que-Não-Assina na cozinha (e eu ía jurar que ele entrou pé ante pé de propósito) que me pergunta:

- O que é que estavas há pouco a....
- HAAAAAAA! - interrompo-o de imediato, assustada pela sua presença atrás de mim, virando-me de costas para o fogão.

O meu corpo fica dormente, percorrido por uma corrente eléctrica instantânea, tenho uma dor no peito, as minhas pernas tremem.
Enquanto lhe explico que não, não me esqueci que ele mora lá em casa, mas que ele sabe bem que não pode entrar assim de fininho, o Homem-Que-Até-Sabe-Ser-Sensível-De-Vez-Em-Quando, conhecendo já o meu estado após um susto, e tentando não rir, diz-me calmamente:

- Não olhes para o fogão!

Gosto sempre destas cenas nos filmes, é certinho que vão olhar, não é? E assim fiz eu também!

A fugir da chuva lá fora, através da chaminé, descia em direcção aos tachos, pendurada na sua fina teia, uma aranha do tamanho de um euro.
Mais um "HAAAAAAA", três passos atabalhoados para trás, seguido de um "Mata! Mata!".
E o meu coração, onde ele já ía, ninguém o apanhava, toda a minha pele em estado de alerta, capaz de sentir qualquer perturbação, magnética que fosse!

Dois sustos de seguida, o Homem-Que-Não-Assina perdido de riso, eu a ver pequenas aranhas em tudo o que era manchinha da parede e bolinha de cotão no chão, ele a imaginar-se viúvo, eu a tentar desatar o nó do peito.

Rais'parta mais ós bichos e às aranhas e ó camandro! Ainda não está escrito mas este é o título do próximo post!  :)

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Thank God for Youtube

Segui as instruções deste simpático senhor e poupei 400€ na mudança de amortecedores da frente do meu carrinho!

400€ que usei para comprar 2 pneus e que ainda sobra para mudar agora os amortecedores de trás, que outro simpático senhor também ensina.

"Família-Que-Não-Assina"

A criar gangster's desde 2012.

sábado, 13 de setembro de 2014

Só dá 230

Disse o Homem-Que-Não-Assina após ter testado os limites do seu novo automóvel.
"O teu dá mais..." acrescentou ele num tom tristonho.
"Pois dá.....Ouvi dizer! Ouvi dizer!" respondi eu de seguida.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Luke, I Am Your SeaWeed

Que este ano não está a mostrar o melhor Verão que se pode ter já todos sabemos, e muitos são os post's na blogosfera acerca disso. Mas este Verão, para mim, fica marcado como o Verão das Algas.
Em duas semanas de praia, num local famoso pelos seus areais e águas limpas, todos os dias nos aguardavam montes (e não estou a exagerar) e montes de algas, dentro e fora de água. 
Para mim, que fui pato na encarnação anterior, foi com grande tristeza que não cumpri os meus banhos de mar do costume, tudo porquê? Porque as algas fazem-me olhar para a água e pensar "nhéééé".


Nem a viscosidade da coisa, é mesmo o não conseguir estar dentro de água descansada. Sou muito assustadiça e qualquer coisa que me toque dentro de água será concerteza um peixe-aranha, uma alforreca ou qualquer coisa de tubarão para cima.

Para terem uma ideia de como eu sou dentro de água com algas, imaginem aquela cena do 4º episódio do Star Wars em que o Luke SkyWalker cai dentro do compactador de lixo da nave e lá está ele com água pela cintura quando lhe começa a roçar algo pelas pernas e ele vira-se de repente: "O que foi isto?"..."E isto?" e "Ó diabo, deve andar aqui um bicho perigoso!"
É mais ou menos isso!

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Bolinha de Berliiiiiiiiiiiim

THERE IS A GOD! And he's a HELL of a baker!

Entrada directa na categoria "Coisas que só sabem bem na praia mas são tão booooaaaas!"


quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Quem disse que as férias são para descansar?

Um típico dia de férias:

7:00 - 4km de corrida

08:30 - 3km de bicicleta até à praia, com 11kg de "lastro" atás

11:00 - 3km de bicicleta até casa, com o "lastro" a dar cabeçadas nas costas, do sono...

E à tarde, nova dose de bicicleta até à praia.

Diz o meu amigo Runkeeper que, só no primeiro dia, queimei 500 calorias.

Quem disse que as férias são para descansar? :)

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Alergia ao trabalho

Estou, em vernáculo popular, toda lixada. Lixada, para não dizer pior!

Tenho uma conjuntivite crónica, que me faz parecer um pirata, assim com um olho meio fechado e avermelhado. Tenho um tendão de Aquiles inflamado, que me dá um andar "setapanho f***-te". Estou rouca, mas não é com aquele rouco sexy, é mesmo o rouco fanhoso, que faz parecer que emborquei 3 copos de aguardente ao pequeno-almoço. E chamei ontem um nome muito feio a uma folha de papel com a qual me cortei num dedo.

Tudo isto a acontecer na minha primeira semana pós-férias. Parece-me que tenho um caso sério de alergia ao trabalho.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

É de menino que se torce o pepino

Durante as férias, as idas à praia são de bicicleta. F., agora com 2 anos, refila quando levamos a bicicleta pela mão. Para ele, passeio de bicicleta é com o traseiro de um progenitor alinhado à sua frente, senão não conta!
Por esta razão, sempre que chegamos à praia e fazemos o caminho pela passadeira de madeira a pé, com a bicicleta pela mão, F. refila durante todo o percurso, o que me levou a parar num dos dias, dar uma reprimenda e não avançar nem um passo enquanto ele refilasse. Assim estilo "ensinar cão a andar com trela sem puxar", uso muito Cesar Millan na educação dos meus fihos...

Atrás de nós seguiam dois velhotes, vagarosamente, mas foram tantas as vezes que parei na passadeira, para aplicação da minha técnica Child Whisperer, que os velhotes acabaram por nos passar.

E como é sabido, especialmente pela avestruzes, quando não vemos nem ouvimos os outros, eles também não nos vêm nem ouvem a nós, portanto assim que nos passaram os velhotes começaram imediatamente a discutir a minha técnica de educação, independentemente de eu seguir 2 passos atrás, com um F. já resignado.

Por acaso a discussão era a meu favor e aliada à recente notícia de desacatos no C.C. Vasco da Gama. Aparentemente aquilo aconteceu tudo porque, e passo a citar: "As mãezinhas daqueles jovens não os repreenderam quando era tempo e agora os jovens não têm educação nenhuma e juntam-se no Facebook para ir fazer desacatos!"

Sem dúvida, aquilo era tudo gente que as mães deixavam refilar no banco de trás das bicicletas.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Romantismo Campestre

Viver no campo traz toda uma nova abordagem aos planos para noites a dois.
"HQNA, já temos que fazer logo à noite!"
É um programa que fazemos com alguma frequência, mais do que eu gostaria até, aniquilar ninhos de vespas. Teimam em estabelecer arraiais em tudo o que é canto daquele quintal, e desta vez demorámos um pouco mais a encontrar o novo poiso e já lá vão 7 cm de diâmetro!

RIP artista das 100 vozes

Ser fã é isto mesmo, é ficar triste, e quase verter uma lágrima, quando se perde alguém que nem sequer nos conhece, mas que admiramos tanto.


Raios! Mas porque é que continuam a morrer primeiro os que eu gosto mais?


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Não é uma marca, é um estatuto

O Homem-Que-Não-Assina trocou de carro. Doravante conhecido como "The Wizard of OZ" ,é novo, a estrear, tinha 15 km no contador, é de marca alemã e do mesmo segmento do meu.

No entanto chegámos à conclusão que se estacionarmos os dois carros lado a lado, o dele novo a estrear, o meu com a maturidade dos 7 anos, qualquer pessoa dirá que eu sou mais rica que ele.

A razão é simples, The Wizard of OZ não é BMW, nem Audi, nem Mercedes.


P.S. - E depois desta conversa, o HQNA ainda tem o desplante de me perguntar se The Wizard of OZ, por ser novo e tal, poderá usar o lugar único de estacionamento debaixo do telheiro. Ao que eu respondi ofendida: "Então?"


quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Tutti-Frutti

É um dos grandes mistérios do Universo, incógnito para cientistas e investigadores experientes, ao mesmo nível de fenómenos inexplicáveis como os buracos negros, o facto de as minhas melhores compotas serem sempre as que faço com os restos de fruta do frigorífico!

terça-feira, 5 de agosto de 2014

WRC Inside Out

E agora este post mas visto de dentro:

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Guess What

Acabei de comprar a prenda de anos do Homem-Que-Não-Assina, e fui atendida por um velhote entusiástico que me disse "O seu marido vai adorar, ele vai-se divertir imenso, você vai ver!"

Não, não é uma boneca insuflável!

quarta-feira, 30 de julho de 2014

The Red WRC Bimmer

Ahhhh férias! Para alguns Bimmer, só para alguns!

The Red Bimmer disfarçado de carro de raly's...10km adentro no meio do nada!

terça-feira, 22 de julho de 2014

Demasiado gráfico

Eu acho que a imagem da esquerda chegava bem para perceber a ideia, não era preciso explicar mais!
Ainda se fosse um carro americano, percebia-se (naquela terra até as torneiras têm instruções de segurança), mas num Dacia? A sério?
E caso não tenha percebido bem, consulte as instruções, que deverá ter, com certeza, o puto já às peças. 

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Eyes on the gold

É sempre bom manter contacto com pessoas mais interessantes e bem sucedidas que nós, nem que seja só para não nos esquecermos que também queremos ser assim.

Que isto da vida agitada às vezes dá-nos vontade de parar e descansar e depois uma pessoa esquece-se onde é que ía!

terça-feira, 15 de julho de 2014

Arrependimentos de uma mãe

Ter criado o hábito de dançar com um filho ao colo e de repente o filho já tem 11kg e continua a pedir para dançar!

A sério? Tenho mesmo de esperar que os pés dele cheguem ao chão?

Bom! Poupa-se no ginásio! O pior é quando o outro também quer!

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Am I Wrong?

É quando me apetece escrever um post e venho ao Blogger que percebo o quanto ando ocupada. Há um mês que publiquei o último post! Como é que isto aconteceu?

No entanto, estava convencida que escrevi uma série deles, bom...pelo menos mentalmente escrevi!

Anyway! O que eu vinha aqui fazer hoje era mostrar a minha última tara musical. E até vem a propósito de perder tempo a pensar em fazer algo em vez de o fazer.

Em loop no telemóvel, em loop no Youtube, aos altos berros seja onde for. Tenho cá p'ra mim que aquele problema que The Red Bimmer tem no amortecedor é causado pelas vibrações, sim senhor, mas é das colunas!

Uuuuuiiiiii! O que eu gosto disto! Oh yéh yéh yéh yéh!


segunda-feira, 30 de junho de 2014

Havias de ser meu filho!

É uma coisa que digo há muitos anos aos mariquinhas e esquisitinhos, já o dizia antes de ser mãe ou pensar nisso sequer e continuo agora a distribuir o "piropo" a todos os que não se esforçam, desistem à primeira...enfim, os nhonhinhas!

Ai, não gosto disto, ai aquilo faz-me impressão, sim, sim, eu sei, é o título deste blog, mas a verdade é que me fartei de comer ervilhas e nabos até não restar dúvidas que não gosto! E porquê? Porque a minha mãezinha não papa grupos!

E depois deste belo discurso, eis que dou por mim já há uma semana a fazer experiências ao pequeno almoço com iogurte, chocolate em pó e outras mariquices, porque tenho um puto que não gosta de leite e deixa cá ver se o menino assim já gosta e não sei mais quê e "Havias de ser meu filho!" Ah! espera...

Nhéc Nhéc Nhéc Nhéc HAAAAAAA

Estou num daqueles dias em que não páro quieta no meu posto de trabalho e resolvi trazer os meus adorados Nike Shox que estão a dar o berro e que fazem nhéc-nhéc (e que mesmo assim me recuso a deitar fora)....I'm going slightly mad!

terça-feira, 24 de junho de 2014

3 - 0

Se até aqui o Homem-Que-Não-Assina tinha apenas uma concorrente no torneio de comer Pringles a  partir dos 10cm da lata, porque a mão dele não cabe, a partir de agora tem 3 concorrentes!

HQNA....compra das de pacote!


domingo, 8 de junho de 2014

Sunday morning

Acabadinhos de sair do forno.

Oh, simple things! :)

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Faz hoje 3 anos...

...que ele disse: "Esta é p'ra casar!"


sexta-feira, 16 de maio de 2014

F. Pipoca, o Larápio de automóveis


Há que manter as opções abertas...por causa da crise e tal!

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Coisas queridas que o meu marido me diz

"Estás sempre a comer, não percebo como é que não estás um bitoque!"

No dicionário Primberan:
bi·to·que 
(origem obscura)
substantivo masculino
[Culinária]  Bife grelhado ou frito, geralmente acompanhado de batatas fritas, ovo estrelado, arroz e salada.

No dicionário HQNA:
bi·to·que 
(origem obscura)
substantivo masculino
[Anatomia]  Pessoa gorda, com tendência para a obesidade, definida geralmente por pesar100kg ou mais.

terça-feira, 13 de maio de 2014

Problemas de treinar em locais públicos II

Ter de interromper o treino mais uma vez uma vez por série para responder às perguntas dos curiosos, tirar fotos com as crianças e ir lá à frente mostrar-lhes que sim, estou a acertar no alvo.

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Problemas de treinar em locais públicos I

Ter um grupo de adolescentes brasileiras a fazer claque:

(com o arco armado)
Á-CÉR-TÁ, A-CÉR-TÁ, Á-CÉR-TÁ, SEM PRÉSSÃO! Á-CÉR-TÁ,...

(quando a flecha vai no ar)
UHUUUUUuuuuuuuuuuuuu

(quando a flecha acerta no alvo)
UÉÉÉÉéééééééé




sexta-feira, 2 de maio de 2014

Será isto?

Disseram-me no outro dia que às vezes temos de ver a vida de outra perspectiva!

Batalha de SMS's

É um hábito do meu pai enviar-me sms's no final dos jogos de futebol importantes. E por importantes entenda-se jogos do Benfica ou da Selecção Nacional, ou eventualmente de outra equipa mas que tenha um impacto no Benfica ou em Portugal.

Confesso que não sigo o futebol como ele e por vezes estou compeltamente a leste quando recebo as mensagens, mas pelo teor consigo rapidamente saber que se trata de futebol e ir investigar o que se passou para poder responder à altura.

Ora, o meu pai conseguiu apanhar-me em falso um dias destes, quando me enviou a seguinte mensagem: "Espanha vai invadir Portugal".

Longe de panoramas futebolísticos, pensei em responder "Mas quê? Tipo já?" enquanto procurava uma televisão para tentar ver um noticiário onde mostrassem as hordas de espanhõis a passar a fronteira, mas respondi apenas um tímido "pq?".

Quando ele respondeu acerca da Final da Liga dos Campeões é que percebi que tinha falhado redondamente como filha, companheira, amiga de bola.

Assim sendo fiquei determinada em "vingar" o meu nome e ontem no jogo Juventus - Benfica, durante os minutos de compensação já estava a escrever uma mensagem e fiquei ali, atenta ao apito do árbitro, para carregar no "send" apenas uns milésimos de segundo a seguir e vencer ao meu pai nessa corrida de festejo por sms.


E ganhei! :)

segunda-feira, 28 de abril de 2014

A anatomia da maternidade

De todas as metamorfoses que se sofrem quando se é pai (ou mãe), vou eleger como pior de todas a ligação automática que o nosso sistema respiratório passa a ter com o sistema digestivo.

De repente passamos a padecer das chamadas "doenças de puto" e uma simples constipação já não é só isso, passa a ser uma virose.

Uma gripe que no máximo me faria deixar de falar, dada a fragilidade da minha garganta, é agora motivo para me fazer visitar a casa de banho de meia em meia hora.

Com as dificuldades respiratórias vêm as dores de barriga, com o pingo no nariz vem a indisposição, com os putos vêm as viroses.

sábado, 12 de abril de 2014

A esposa ideal

Vai em viagem de trabalho e traz cerveja de souvenir.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Eu não presto

Em viagem de trabalho,  aproveitei para fazer a minha corrida matinal num sítio diferente do habitual.

Animada pela novidade, lá ia eu toda contente na Av. da Boavista, 07h da manhã, nos meus ouvidos soava um dos êxitos recentes que consigo ouvir em loop, intercalado com a menina do Runkeeper: "primêiro intérrrvalo 1min dévagár..."

À minha frente parou um senhor, diria eu na casa dos 60 anos, que corria na direcção contrária e que me obrigou a parar também.

Ele - A menina anda a correr?
Eu - Sim....
Ele - Ai os jovens hoje em dia já não fazem nada dessas coisas (...) é bom ver uma jovem assim a fazer desporto de manhã (...) eu já corri a meia maratona ...

E enquanto o velhote enaltecia as minhas qualidades de jovem dinâmica, nos meus ouvidos soava mais um aviso:  " próximo intérrrvalo 1 min constantxi".

Eu exprimia o meu melhor sorriso enquanto respondia monosílabos "Sim" e "Pois" e tentava recomeçar a andar, mas na minha cabeça só havia um pensamento:

"Raio do velho está-me a estragar a média!"

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Long storie long

Há 2 semanas repeti um erro comum em mim, deixei o telemóvel numa casa de banho do trabalho. Felizmente há pessoas sérias e o telemóvel foi-me devolvido depois de alguns minutos, por uma senhora da limpeza. Senão teriam sido 400€ a voar.

No Verão passado perdi a minha máquina fotográfica, deixada algures num café do Algarve. Disse adeus a 300€.

A semana passada ajoelhei-me à noite em Monsanto porque deixei umas peças de 500€, acabadas de comprar, uma tarde inteira em cima de um caixote do lixo, num local público. Quando à noite voltei ao local e ainda lá estavam, tal foi a emoção que me agarrei à caixa e me ajoelhei no chão.

É verdade que sou uma pessoa com sorte, para quem acredita nessas coisas, e quando estas coisas me acontecem, por muito que tente não pensar nisso, imagino que sinal é que o universo me está a enviar.

Acabo sempre por chegar à conclusão de mim mesma, que sou assim, sem remédio, aérea. Só espero que isso não me traga muitas despesas, mas imagino como será isto combinado com a velhice!

quarta-feira, 26 de março de 2014

Long storie short

Se ontem à noite viram uma mulher de joelhos agarrada a uma caixa de cartão em Monsanto, era eu!

segunda-feira, 24 de março de 2014

BFF's Selfie

Eu e a Lélé fomos dar uma volta, 2 anos depois da última vez. E pronto, agora quero ir de mota a todo o lado!

Still BFF's.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Eu ainda sou do tempo...

...em que a Primavera começava a 21 de Março!

quarta-feira, 19 de março de 2014

Isso de ser humilde

É um dom difícil de equilibrar. Se por um lado a vida nos corre melhor quando estamos confiantes, também é verdade que precisamos de baixar a cabeça de vez em quando para aceitar que existem outros. São os momentos em que decidimos fazer estes movimentos que definem a nossa imagem e que decidem o nosso rumo.

A humildade e a confiança podem existir ao mesmo tempo, no mesmo ser, em proporção igual? Eu acho que não, porque se fosse possível, seríamos perfeitos!

Debato-me com este equilíbrio diariamente, no trabalho, na vida pessoal, no desporto. Normalmente ganha a humildade, mas os anos, a experiência, os meus objectivos e principalmente as pessoas não-humildes, fazem-me sentir que tenho de equilibrar isto.

Vamos em Março, talvez seja tarde, mas como ainda não tenho resoluções para 2014, vou tomar esta.

2014 será o ano do equilíbrio, mental, físico e da minha consciência. Se quero ser perfeita? Longe disso! Só quero ser feliz!

terça-feira, 18 de março de 2014

Quem é que tem uma máquina fotográfica nova, quem é?

Canon 700D, 50mm

Quem é que foi passear ao Parque das Nações, quem foi?

segunda-feira, 17 de março de 2014

Cat Pile

quinta-feira, 13 de março de 2014

Carta a um amigo

Caro amigo snob-chique. Tenho pensado nas tuas sábias palavras. Tens razão quando dizes que as minhas crocs me desvalorizam e me rebaixam perante a sociedade. Por isso, hoje, despedi-me das minhas velhinhas crocs amarelas E COMPREI UMAS CROCS COR DE LARANJA!!!

terça-feira, 4 de março de 2014

Felizmente tenho um ecrã grande

Não estou a incomodar, não?

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Os orgulhos da mamã

Os putos ficam um dia fora da creche e quando os levo na vez seguinte ouço:

- Ai, notou-se tanto a falta deles...

(E uma pessoa emociona-se, a pensar que tem dois filhos queridos por toda a gente)

- ...até aproveitámos para fazer uns trabalhos que não conseguimos fazer com eles cá. Estivémos a pintar um palhaço no chão e a colar umas coisas...e com eles ía ser impossível!

(Ok...vândalos fora, dia santo na creche...check!)

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

É como ir ao dentista

Quando temos uma sessão com um qualquer especialista, seja ele dos dentes, dos ossos, da pele, etc., ficamos traumatizados durante algum tempo, dependendo da intensidade da sessão.

Visto que tive recentemente uma sessão com um nutricionista, apesar de ser coisa que eu nunca faria por auto-recriação, acabei por ficar "apanhadinha do clima" quando se fala de comida.

Embora me seja impossível fazer todas as refeições "como as pessoas normais", quando o faço escolho ter metade do prato com legumes e apenas um quarto do prato com a proteína. Dou preferência aos hidratos de carbono complexos, à fruta e por aí fora...


Metade do prato com couve roxa e maçã salteadas, um quarto de couscous com limão e coentros e um quarto com panado de frango. Sim, já sei, panado é frito e não está muito bem, mas vá, foi panado em azeite que é um insaturado. Aqui está um exemplo de um jantar de pessoa normal depois de uma visita ao nutricionista (sendo que as anormais comem uma bucha e tá a andar, mas em sendo uma bucha, agora é com pão de sementes!).

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Está explicado

É por estas coisas que eu não compro um Aston Martin....

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

TPC da Mamã - Boneco de Neve

E como não sei desenhar...feltro!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

O escudo da negação

Tenho a certeza que isto depende de cada um, mas eu sou daquelas pessoas que não se consegue conhecer a si própria.
Parece confuso? Eu explico.

Sou tão boa, mas tão boa, na negação, que me consigo surpreender e assustar a mim própria! Quando determinado assunto me incomoda, protejo-me, escondo-me, minto a mim mesma tão bem, e esqueço o assunto de tal forma que quando confrontada com o facto novamente, fico surpreendida por me irritar, ou chorar, ou etc.

Um exemplo:
Há 2 anos morreu o meu gato de longa data. Três dias depois senti-me de luto feito e terminado e confiante o suficiente para falar disso com o veterinário e assim sendo peguei no telefone e liguei-lhe. No segundo a seguir a ouvir a voz dele desfiz-me completamente em lágrimas e soluçava tanto que nem conseguia falar. E fiquei surpresa porque aparentemente eu já estava bem. E continuo a achar estranho cada vez que alguém me fala do Lucas e eu continuo a hesitar e a fazer um pequeno momento de pausa antes de responder.

Sou mesmo MESMO boa nisto da negação. É pena que não se consegue fazer dinheiro com isto!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Drag Race

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

A injustiça e o porquê

Disse no outro dia a um amigo que ser pai não nos muda, continuamos a ser nós próprios, com os mesmos defeitos e qualidades. O que muda é apenas a forma como olhamos em frente. E a quantidade de vezes também.
Se antes não dava muito importância ao amanhã, hoje em dia dou por mim muitas vezes a imaginar cenários e se há coisa que me assusta é o dia em que vou ter de explicar aos meus putos, no topo da sua ingenuidade e alegria sem fim, que a vida é muito injusta.
Por mais que nos esforcemos por protegê-los, vai acontecer, vai haver uma ocasião em que não vamos poder esconder factos e disfarçar sorrisos.
Ora, se nem eu consigo perceber porque raio a vida é assim, como é que é suposto explicar a alguém?
Como é que se explica a necessidade de se continuar a ser bom e honesto, não havendo a mínima garantia de receber os dividendos disso mais tarde, tal é a aleatoriedade dos acontecimentos?

Felizmente ainda são muito novos e desta vez ainda pude descansar sem necessidade de explorar os porquês. Perdi a Mia hoje, numa sequência de complicações que não adianta contar. Só interessa dizer que se havia bicho que merecia viver era ela. E que a vida é muito injusta. E que não consigo explicar porquê.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Onde está o Wally?

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Optimismo

Parada no trânsito sem movimento à vista comecei a imaginar que a hora de jantar será aqui.
Antes de me meter nesta confusão passei no supermercado. Tenho uma lasanha congelada, leite e um par de chinelos.
Lasanha aquecida no motor do carro, acompanhada de leite com o extra de ter os pés quentinhos....podia ser pior!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Bimmer, não sou eu, és tu....

Não vou repetir o que este post já explicou tão bem, mas as notícias originais do New York Times e do Daily Mail deixam claro. Os condutores de BMW's são uns palhaços! Provado cientificamente!

“BMW drivers were the worst.”, diz o New York Times. E o Daily Mail informa ainda quais as marcas e cores mais propícias à estupidez do condutor. Segundo o estudo, se eu conduzisse "The Blue Bimmer" seria aquilo a que se chama "uma grande cabra", no melhor dos casos....


Estes supostos estudos não me ofendem minimamente. O que me ofende é o facto do estudo efectuado na América juntar ao bolo 0s condutores dos Prius. Isso sim, é coisinha para me elevar o mau-génio e atropelar velhinhas nas passadeiras. Prius? PRIUS? Como raio é que um condutor de Prius é mau condutor? É impossível exceder o limite de velocidade com aquilo e onde é que já se viu um ambientalista de mau-génio? Não é suposto serem todos pela paz e amizade e os animaizinhos e tal?


Por outro lado, se eu conduzisse um Prius era bem capaz de ficar de mau humor....

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Jantar de colesterol

Do outro lado do Atlântico isto é capaz de ser pequeno almoço para um mas aqui foi jantar de colesterol para dois.
O ananás é mais para cortar a consciência do que a gordura....

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Mia XIV

Disse-vos no post 14 que o final de ano foi atarefado e conto agora mais uma história desses dias.

Foi no dia 30 que eu e o meu coração mole não resistimos aos encantos de uma gatinha dócil e carente, que pedia mimos a toda a gente que passava, num parque de estacionamento. Foi com dificuldade que a deixei lá no primeiro encontro, mas quando cheguei a casa obtive prontamente o consentimento do Homem-Que-Não-Assina, claramente ainda imbuído de espírito festivo, e voltei ao parque para a recolher.

À primeira vista estava coxa, tinha um olho baço e estava muito cansada, porque dormiu quase 2 dias seguidos, só interrompendo para comer. Foi na visita ao veterinário que descobrimos uma fractura da cabeça do fémur (já com 2 semanas) e que a mancha no olho é uma cicatriz. E apesar dos seus 2kg, terá já cerca de 1 ano.

Esta foi a primeira foto que lhe tirei, para um anúncio "Encontrou-se gatinha...", mas passada uma semana ninguém respondeu e decidi que é minha. Já foi operada à perna, está bem disposta e repousa na sua nova casa, junto da sua nova família.

O nome é Mia porque numa pesquisa de celebridades coxas encontrei a Mia Farrow e XIV porque me apareceu na viragem para 2014. Além disso, esta referência papal dos nomes seguidos de numeração romana dá um ar chique e ao mesmo tempo, abençoado.




segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Eu, os velhos e as promoções

O Homem-Que-Não-Assina gosta tanto de praticar o zapping como eu, mas quando nenhuma das opções dos canais habituais satisfaz, ele põe no Discovery e já está. Eu, por outro lado, ponho na Eurosport.

Gosto de ver desporto, qualquer um que seja, desde partidas de xadrez a concursos do homem mais forte do mundo, gosto de ver tudo, e presto especial atenção aos métodos diferentes de cada atleta. A concentração, os tiques, as manias...

Talvez por ter esta predilecção por assistir a desporto, gosto também de assistir à abertura dos supermercados em dias de promoção. Os "atletas" alinhados na linha de partida, junto à entrada, com os olhos fixos no segurança que vai abrir as portas. A concentração, a análise que fazem dos concorrentes, o posicionar junto a um oponente mais fraco que lhes poderá dar a vantagem na partida, está tudo pensado e requer, além de muita experiência, muita dedicação e esforço.

O levantar cedo não será grande mostra de dedicação, já que 99% dos atletas estão na terceira idade e levantar com as galinhas já é natural, mas no momento da partida é notável o empenho por ultrapassar os concorrentes e chegar primeiro à arca frigorífica onde o camarão tigre está a metade do preço. Há depois todo o esforço de carregar o máximo de 12 embalagens permitidas pela cadeia de supermercado, isto porque na partida não se pode perder tempo a levantar um cesto ou conduzir um carrinho.

Como qualquer aficionado desportivo, também eu gosto de "dar uns toques" nas promoções de vez em quando e em dia de férias pré-reveillon lá fui também participar num desses eventos para amadores. Digo para amadores porque participei numa prova regional, não tenho nem sonho ter competência para me inscrever nos circuitos dos grandes centros urbanos.

Correu bem, a minha tenra idade em comparação com a concorrência foi o grande factor decisivo, consegui ter tempo para apanhar um cesto e caminhar calmamente até à arca frigorífica e cheguei ainda antes do segundo concorrente. Com muita tranquilidade, apanhei 2 caixas e fiquei depois perto de um expositor próximo a apreciar o resto da competição antes de me dirigir para a meta das caixas.


sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

14

Dizem que o que fazemos no primeiro dia do ano dita como será o resto do ano.
Não quero acreditar nisso, porque o primeiro dia do ano passei-o em casa, a ver TV, sendo que a única tarefa útil que desempenhei foi mudar as pastilhas de travão do carro, o que significaria que vai ser um ano de gastos com The Red Bimmer, e que de resto não vou fazer nada de jeito.

Foi no entanto um final de ano muito atarefado (já estão alinhados uns quantos post's com historietas de fim de ano), e pela primeira vez sem Resoluções de Ano Novo. Resoluções são aquelas ideias que a meio de Janeiro já não nos lembramos quais eram. Para 2014 tenho apenas convicções. Ou objectivos, como lhe queiram chamar. Alguns que só dependem de mim, outros que dependem de terceiros e outros ainda, que, imaginem bem...dependem do vento!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Os putos vão andar de triciclo