terça-feira, 25 de agosto de 2009

Ó diabo!

A eterna dúvida

A sensação é recorrente, o querer partir já, o "nunca mais vamos", o "é já amanhã". E ao mesmo tempo queria mais um mês ou dois para treinar, estou confiante no que estou a fazer e sinto-me a atirar bem mas a tão pouco tempo da partida, já só vejo defeitos e falhas na técnica e a ansiedade toma conta de mim. Dou por mim a imaginar cenários, situações, eliminatórias, pontuações e chego à conclusão que tudo isto é estúpido, porque este ano amadureci o suficiente como atleta para me sentir bem comigo mesma e não cometer alguns dos erros anteriores.

Curiosamente, o melhor conselho que já recebi em vésperas de prova foi de uma pessoa que é alheia e supostamente desinteressada por esta minha actividade. O meu avô disse-me uma vez : "Sê igual a ti própria!" e é a essa frase que me agarro vezes sem conta, sempre que as dúvidas me assaltam.

Por ser onde é, por ser na data em que é (vou lá passar o meu aniversário), por este ano eu ter progredido em tantos aspectos, por ir com uma equipa cheia de amigos de longa data, e por tantas outras razões, mais do que nunca, este será o Melhor Campeonato de Sempre, tanto a nível desportivo como pessoal. E será certamente uma oportunidade para (re)descoberta e valorização humana.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O diário do Campeonato

Um blogue para adicionar à vossa lista: http://koreaulsan.wordpress.com/
É bem possível que nos próximos tempos seja mais actualizado que o meu, mas completamente dedicado à nossa participação na Coreia.

domingo, 23 de agosto de 2009

Preparativos

Hoje abri o frigorífico e descobri uma ogiva nuclear...ah não, espera...diz Super-Bock!
Já começaram os preparativos para a minha ausência.....o Homem-Que-Ainda-Está-Sóbrio não perde tempo!

É de salientar o facto de nós não termos uma máquina de imperiais em casa. Pelos vistos, ainda...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O mundo está doido

Eu até gosto de pensar que sou liberal, mas ele há coisas que me fazem muita confusão.
Por exemplo esta frase:
"Por curiosidade, refira-se que em 1992, no seguimento dos testes laboratoriais realizados nos Jogos Olímpicos de Inverno e de Verão, chegou-se à conclusão de que um em cada 500-600 desportistas analisados teria problemas na determinação do sexo. "
Desculpem lá, não é só espreitar e ver? Ou se forem mulheres muito muito feias ou homens muito muito bonitos, um teste de DNA?


O Campeonato aproxima-se

Dizem-me os leitores que ultimamente ando uma doida a "postar" aqui no estaminé, ele é aos 2 e 3 posts por dia.
Pois, é só para informar que se aproxima uma época de seca, mais aproximadamente 2 semanas, em que vai ser difícil vir aqui partilhar as minhas ideias e disparates convosco.
Porquê? Por isto:


Portanto habituem-se à ideia, o "NãoGostodeErvilhas" vai de licença desportiva não tarda muito....

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Funeral Blues

Ontem à noite, enquanto reparava material do tiro, revi um dos meus filmes preferidos "Quatro Casamentos e um Funeral" que estava a dar no Canal Hollywood. É nele que está uma das minhas cenas favoritas de todos os tempos. É uma cena de um velório, muito triste e pesada, mas onde é recitado um poema de W. H. Auden que acho lindo. Gosto ao ponto de, apesar de não ser muito dada a poesia, quando estive em Nova Iorque ter comprado um livro deste autor, por conter o tal poema.

A cena é esta:


Sou tão mentirosa!

Prometi que não havia mais posts sobre bronzeados parvos, não foi? E vocês acreditaram mesmo? Tótós!
É a conversa do costume:
Eles e elas - "Estás tão queimadinha, tens ido à praia...."
Eu - "É isso, é isso, muita praia." - e mostro o braço direito
Eles e elas - "O que é isso?"
Eu - "Tenho um bikini estranho..."

Mérito e recompensa

Falo com muitas pessoas acerca de competições internacionais, quer de tiro com arco, quer de outros desportos, e as opiniões dividem-se muito quando se fala dos atletas menos bons.
Dizem os mais peneirentos que "esses gajos não vão lá fazer nada!" e os que gostam de desporto dizem "eh pá, só estar lá já deve ser recompensa suficiente!".
Ora, eu partilho da segunda opinião e dou já aqui um exemplo.
Esta senhora da Samoa, Savannah Sanitoa, voou 22 horas para participar no Campeonato do Mundo de Atletismo em Berlim. Falhou a qualificação para a sua especialidade, arremesso do peso, e foi chamada por wildcard para uma eliminatória de 100m. Aceitou sem hesitar, apesar de ser uma disciplina que não domina e acham que ficou em último? Não senhores! Fez o 3º pior tempo, com 14,23 seg e estava radiante com a oportunidade que lhe foi dada. Disse aos jornalistas que só o facto de estar ali era recompensa suficiente e aquela oportunidade nos 100m foi um prémio extra.
Assim se vê quem de facto compreende o desporto e o pratica com gosto. Se há coisa que tenho aprendido ao longo dos anos é que o desporto é isso mesmo, é ganhar, é perder, mas acima de tudo é participar e sentirmo-nos bem connosco próprios.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

O bronze, o horror, a tragédia

Apercebi-me agora que voltei a publicar uma foto dos meus pés.
Peço imensa desculpa pelo sucedido, vou tentar conter-me nos próximos tempos relativamente a bronzeados parvos e pés em grande plano.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Alegrias de um TME

TME - Técnico de Manutenção de Edifícios. Tal como tantas outras designações de profissões, significa "pau para toda a obra". Incluindo nadador-salvador.
Há muito tempo que faço piadolas sobre um dia destes ir dar umas braçadas no depósito de água das bombas de incêndio. O espaço convida, a temperatura é amena, quase como uma piscina interior.
Ora, semanalmente faço o teste às bombas, deixo-as a funcionar, volto passado meia-hora, registo valores e vou-me embora. Rotina chata e cansativa, que as válvulas são muito grandes e altas. Hoje as bombas fizeram-me uma surpresa, assim em jeito de despedida para a ida à Coreia...logo hoje que ía mostrar o sistema a um engenheiro, quando cheguei à sala havia 2 palmos de água no chão, uma válvula avariada que devia ter fechado. Foi ele que tirou esta linda foto aqui em cima...
Saltei de imediato lá para dentro, fui parar as bombas, fechar as válvulas, a água saía em jorro de uma abertura na parede, parecia uma cascata, era lindo! Só depois me lembrei que ainda estava calçada e de calças não arregaçadas....bom, quem vai ficar contente é o responsável de segurança cá do sítio, vou andar de botas de segurança o dia todo!
E foi assim que tive a minha oportunidade de nadar na água do depósito, são umas queridas as minhas bombas!

A realidade não tira férias?

Ele há fins de semana que sim senhor! E este foi assim!
Grandes treinos, grandes amigos, ai como eu gostava de só fazer isto na vida!
Infelizmente a realidade acorda-me todas as segundas feiras às 06h30...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Estrelas molha-tolos

Mas alguém conseguiu ver estrelas cadentes ontem?
Lá fui eu para o meio do monte, com a minha Mégane de tecto panorâmico, olhar para o céu durante tempos infinitos e só consegui ver duas e muito tímidas!


Claro que mesmo assim aproveitei para pedir uns desejos, não custa nada tentar...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Hallelujah

Há uma música que me persegue ultimamente. Não me importo com a perseguição porque acho a música linda. Cada vez que ligo o rádio, seja em que estação for, aparece-me o "Hallelujah" cantado por esta menina:



Ao pesquisar a música na net, descobri que a versão original é de Leonard Cohen e já tem inúmeras versões de outros artistas.
Uma das versões fez parte da banda sonora do "Shrek", interpretada por Rufus Wainright e é das mais completas.
A letra original é bastante extensa e cada versão escolhe versos diferentes.
A versão da Alexandra Burke é das curtas, com muita pena minha, porque é para mim das melhores que ouvi. Deixo-vos aqui a versão do John Cale e também a letra mais completa que consegui encontrar:



Letra: http://www.stlyrics.com/lyrics/scrubs/hallelujah.htm

Apesar de adorar a música nunca tinha prestado atenção à letra. Pode pensar-se que é uma música religiosa mas é na verdade sobre a jornada espiritual que um homem faz em busca do amor, equiparando a devoção a Deus com o amor por alguém, que se toma muitas vezes por uma conquista mas que só é verdadeiro quando há submissão, quando nos entregamos totalmente, como na religião.

E aqui ficam mais dois excertos que aparecem noutras versões:

You say I took the name in vain
I don't even know the name
But if I did, well really, what's it to you?
There's a blaze of light
In every word
It doesn't matter which you heard
The holy or the broken Hallelujah

Hallelujah etc

I did my best, it wasn't much
I couldn't feel, so I tried to touch
I've told the truth,
I didn't come to fool you
And even though it all went wrong
I'll stand before the Lord of Song
With nothing on my tongue but Hallelujah

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Cenouras Olímpicas

Por este andar, lá para 2012 tenho cenouras normais...


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Os dias dormentes

Há dias estranhos, desfocados, em que nos sentimos a viver o dia-a-dia em diferido, como um estranho que observa a nossa vida de fora.
Todos os problemas e aflições, graves e alguns mesmo decisivos, passam por nós como se fosse apenas mais um assunto trivial. Não pensamos nisso e a única resposta possível é "logo se vê". Deixamo-nos ir, acompanhamos a nossa vida na primeira fila, mas sem interesse especial, apenas como quem faz tempo à espera de algo maior.
Pessoas, amigos e familiares falam connosco de assuntos comuns, e damos por nós a olhar para eles pensando de onde conhecemos aquela cara.
O corpo está dormente, a cabeça levita por mundos perdidos, a nossa vida é tão pequenina e simples quando vista de fora, quando vista de cima, quando vista ao longe!

Raul Solnado - sou fã




domingo, 9 de agosto de 2009

Porque o meu pai faz anos hoje

Queria só aqui deixar-lhe os meus PARABÉNS e agradecer-lhe por me ter dado de herança genética esta vontade e alegria de viver e saber aproveitar os minutos todos da vida como se fossem os últimos.
PARABÉNS PAI e muitos beijinhos.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

BD Caseira X

É engraçado receber as reacções dos leitores da BD Caseira. Há quem goste mais das histórias com enredo, outros queixam-se que algumas são curtas demais, há quem só goste das "mono-foto" e outros ainda acham que isto seria digno de editar um livro. Obrigado a todos pelas sugestões.

Hoje publiquei a décima edição da BD Caseira, tinha estas fotos já montadas numa outra BD quase pronta, mas dados os acontecimentos recentes, lembrei-me de uma história melhor e com a qual consegui utilizar muito mais fotografias. Acho que é o meu record, há um total de 14 fotos nesta BD.
Esta é para os que gostam de histórias compridas. O enredo receio que não seja o mais erudito, mas espero que gostem, porque foi das que me deu mais trabalho.

Aí está, "Cheiro a Novo" no BD Caseira. Aconselho a clicarem na imagem para ver em tamanho real.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
A BD Caseira regressou ao NãoGostodeErvilhas (Nov 2011)


Para quando o céu com controlo remoto?

Já acendi velas a todos os santinhos que possam parar com este vendaval que não tem meio de acabar.
Mas agora, assim de repente, gostava que chovesse, para estrear o tecto panorâmico da Mégane....

A surpresa

Foi uma semana tão cheia de tudo, que só agora me apercebi que já é sexta-feira à tarde!
Ai que alegria tão grande!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Querido! Querido! Comprei um Mégane!

Este título era inevitável! Estava mortinha por fazê-lo!

Ah e tal, o Cordoba é para fazer 500 mil quilómetros!
Ah e tal, quero trocar mas tem de ser por um carro alemão!
Ah e tal, o próximo carro é para o resto da vida, um Mercedes ou um BMW!
Ah e tal, não vou tomar decisão nenhuma antes de vir da Coreia!

Pimba! De um dia para o outro, eis-me com uma carrinha Mégane! Tcharaaaaan!
É assim mesmo, a ocasião faz o negócio e a simpatia pela Renault falou mais alto.

O meu saudoso Mégane deu-me tantas "alegrias", desde todas as avarias e mais algumas, até uma infestação de baratas, aconteceu de tudo naquele carro! Chegámos ao ponto de já não ir a lado nenhum sem a mala da ferramenta na mala. No entanto, posso dizer com toda a certeza que tive muito mais dificuldade em despedir-me do Mégane do que do Córdoba. O Cordobamobil ficou hoje no stand, com 127000km e um ego destroçado:

Eu - "Só me dão isso pelo carro? Mas não é esse valor que vem na tabela..."
Vendedor - "Ah pois, sabe! Se fosse um Ibiza..."
Eu - "Um Ibiza é um carro mais barato! Ainda vale menos!"
Vendedor - "Pois, mas este é um carro com uma linha mais clássica, o Ibiza tem mais procura, a malta jovem..."

Com isto se conclui que precisar de uma mala grande é sinal de ser cota!

É paixão

Anos e anos de tiro, mais precisamente 15, resmas de provas internacionais, mais exactamente nem sei, e ainda reajo como uma miúda novata.
A um mês de partir estou em pulgas, o tempo parece passar ao mesmo tempo muito devagar e muito depressa, dependendo do pormenor em que me concentro, quer seja técnico, físico ou pessoal. O aperto no estômago já se sente, aquele nervoso miudinho misto de alegria e de receio por ir de novo "lá fora".
Mas o mais flagrante é a forma como explico a alguém onde vou, fazer o quê, porquê. Nestes dias, se alguém cai no erro de me perguntar se vou de férias, é certinho que hei-de arranjar maneira de meter na conversa que não, não vou, mas vou a um sítio melhor e daí até descrever o desporto, os materiais, os tipos de prova e a sensação de estar "lá fora" é um instantinho. Isto resulta numa conversa muito injusta, metade das pessoas nem queria saber tanto e só perguntou por simpatia, acabando por levar com uma longa palestra sobre tiro.
Só mais tarde me apercebo do que fiz e da "seca" que devo ter dado, mas são estas situações que me fazem perceber que gosto mesmo disto, tanto que nem tenho mão em mim quando começo a falar do assunto.
Neste frenesim quem sabe não entusiasmo algum aspirante a arqueiro? Ou então não, porque quem me ouve é capaz de pensar que este desporto faz mal à cabeça...

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Produto Aprovado

Ora aqui está algo aprovadíssimo e que recomendo.
Spray Limpa-Estofos da marca branca do Jumbo (Polegar), 1Lt a 2,69€.

Pessoa extremamente cuidadosa e atenta que sou e acima de tudo com imeeeeenso tempo livre, uso o meu carro para tudo e mais alguma coisa, de entre as muitas funções estão o escritório, o vestiário e o snack-bar. Três aninhos a fazer isto tudo lá dentro, tinha o banco do condutor num lindo estado. Uma passagem com esta mistela mágica do Jumbo, nem sequer foi preciso esfregar muito e está como novo!

Expressão do dia

Hoje, para mim, é esta: "pinguim rabeta". Já li o post há 10 minutos e ainda me estou a rir!

Mais uma boa acção

Este apanhei-o no meio de uma passadeira em Lisboa. Excelente sítio para aprender a voar!
Deixei-o no meio de um jardim, tem muito que esvoaçar até à estrada mais próxima.

O empresário faz anos

Hoje é o aniversário do Homem-Que-Não-Assina.
Sou uma namorada desnaturada, ainda não tenho a prenda dele, raio das entregas da net, nunca chegam a tempo destas coisas. Uma vez dei-lhe a prenda do dia dos namorados em Setembro...por acaso correu bem, ainda namorava com ele!
De prenda cibernáutica, pensei incluir aqui imagens da Angelina Jolie nua (ui, esta é que vai fazer disparar os hits do Google aqui), mas não me parece bem, que a senhora é casada e mãe de filhos e tudo.
Vai daí, lembrei-me de o fazer recordar este momento tão bonito:


Quando o meu empresário ainda era um jovem inconsciente...ok, quando era jovem...ok, quando tinha um G40 vermelho!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Rehab

Primeira segunda-feira sem Dr. House:

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Harry Potter e o Princípio do Meio-Filme

Eu já devia saber, mas insisto em ir ver adaptações de livros ao cinema.
Há sempre aquela curiosidade em ver se conseguiram criar o ambiente do livro no ecrã, mas todos os filmes padecem do mesmo mal: deficiência de síntese.
É complicado de facto incluir todos os pormenores de um texto em imagens, mas tal como sucedeu no Senhor dos Anéis, centram-se mais nos dramas pessoais e humanos dos personagens e menos nas cenas de batalha, acção e aventura que é de facto o que chama os clientes deste tipo de filme fantástico às salas de cinema!
Já há muito que aderi aos CD Book's, para quem não tem tempo para ler um livro é a melhor forma, ter alguém que o lê para nós, com todo o ênfase, vozes diferentes e suspense necessários para criar o ambiente. E mesmo assim consegue-se sentir melhor a intensidade das cenas do que ao ver o filme "Harry Potter and The Half Blood Prince".
O livro é cheio de pormenores, batalhas intensas e momentos realmente negros, especialmente quando se compara com os primeiros livros da saga e o filme também está mais "crescido", mais sério, mas para quem "leu" o livro, deixa muito a desejar, especialmente quando toda a cena final da grande batalha dentro de Hogwarts foi completamente excluída.
De qualquer modo, aconselho a que vão ver, os produtores apostaram em momentos de humor que antes eram descurados e os efeitos especiais, realização e representação estão de facto bem melhores.

sábado, 1 de agosto de 2009

Bico de Papagaio

Tenho a anunciar que o Super-Gato venceu o seu terrível inimigo, o Monstro do Micoplasma!
Foi uma batalha longa (1 mês), cansativa (comprimidos de 12 em 12 horas não é fácil) e sangrenta (vários hemogramas e esfregaços), mas o micoplasma foi finalmente vencido e desapareceu, esperemos que para sempre.

Ao Lucas restam apenas as maleitas da idade, mas essas nem o Super-Gato consegue vencer.

E agora uma mini-aula de anatomia felina. Aqui em baixo está o raio-X do quadril do Lucas, está tudo muito bem, sem artroses nas patas, que seriam normais nesta idade avançada. O único problema é uma osteofitose, vulgo bico de papagaio, ali na base da cauda. Diz a veterinária que isto lhe causa dores a saltar, a correr e a mexer a cauda. A idade é um posto mas também é uma grande chatice!