sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Linearmente Deslinear

Queixava-me eu a um amigo sobre não querer ter uma vida normal, mas sim espectacular, quando ele me respondeu que eu já sou normalmente espectacular. Essa frase acompanha-me todos os dias desde então e faz-me sempre reflectir de forma diferente sobre os desafios que me são apresentados.

A vida não é simples, nada mesmo, mas se não fosse complicada não tinha metade do gozo. Imaginem se todos os dias fossem iguais, se todos os problemas de resolvessem sozinhos, se não houvesse um mínimo de dúvida, emoção, medo e preocupação no dia-a-dia. Todos os dias se tornariam amorfos, e os anos passariam sem histórias para contar, sem dias notáveis, sem datas a assinalar.

2010 foi o ano em que mudei o look do blog.
2010 foi o ano em que tive Discus no aquário.
2010 foi o ano em os Discus morreram.
2010 foi o ano em que comprei o carro que sempre quis.
2010 foi o ano em que estampei o carro que sempre quis. (sim, já...)
2010 foi o ano em que me despedi de um amigo.
2010 foi o ano em que fiz um amigo novo.
2010 foi o ano em que recuperei um amigo que pensava perdido para sempre.
2010 foi o ano em que redescobri o gosto de atirar.
2010 foi o ano em que fui pedida em casamento e disse SIM!!!
2010 foi o ano em que consegui finalmente alinhar quem sou com quem quero ser.

2010 foi um grande ano, com altos, baixos e assim-assim's. Mas acima de tudo, com muitos risos, em todas as situações, sim, mesmo todas. Mesmo quando saí do carro e vi a minha linda frente destroçada, mesmo quando fiquei 15 dias sem TV nem Internet e nada que fazer em casa, mesmo quando o Lucas teve as suas crises de reforma, mesmo ao recordar momentos que me trazem lágrimas ao olhos de tão bons ou tão maus, mesmo aí fui capaz de sorrir, guardar as recordações cá dentro com muita força e VENHA 2011 com mais assim!

A vida não é linear, nem o deve ser. Sigam o percurso e saboreiem cada momento, bom ou mau, vai servir decerto para algo mais tarde. Desejo a todos vós um 2011 linearmente deslinear e normalmente espectacular!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Não desistas de mim

Eu sei, tenho estado ausente.
Para dizer a verdade tenho estado ausente, não só do blog, mas de mim própria.
Tenho olhado para mim de fora, tenho-me observado. Podem pensar que estou a delirar, talvez até seja verdade, ou então isto é só da grandiosa privação de sono que o trabalho me tem proporcionado.

A todos os leitores, lamento não conseguir articular nada melhor agora, mas só vos queria dizer isto: