sexta-feira, 29 de maio de 2009

Fica-me tão bem

Este é o 200º post (sim, du-cen-tésimo!) do NãoGostodeErvilhas e talvez para celebrar este facto, ou apenas para fazer birra, o Cordobamobil deixou-me mal esta manhã. É como os putos, amanhã é o primeiro dia de escola, perdão, de inspecção, e ele não quer ir.
Sendo assim tive de recorrer a uma viatura emprestada e cá estou eu, com um BMW por um dia!
Depois de uma viagem  até ao trabalho, está decidido,  QUERO UM!
Mas com menos extras que este, dispenso os barulhos na direcção, a falta de antena rádio e o ursinho que diz "I love you"...
:) Desculpa I.A., isto é só inveja!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Decisões e viagens

Vocês estão a ver o que este desporto me faz? É que põe-me fora de mim! Põe-me a pensar durante dias em algo que estava mais que decidido à partida! 
O que escrevi ontem é tudo verdade, é assim que me sinto muitas vezes, mas agora que já expeli a minha ira em 1150m de natação (incluindo pernas de mariposa), já me sinto em mim outra vez.
Se não consegui fazer os mínimos, mas sinto que estou a progredir, é ÓBVIO que vou atirar à Coreia, mesmo que seja a pagar, é uma oportunidade única! (para os curiosos, nas raspadinhas saíram-me 3€)
E digo-vos mais, antes disso ainda vou passear a Praga e ainda antes disso, loucura das loucuras, já para a semana que vem, vou a um seminário à Caparica! Uuuuuuu, isso é que vai ser!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Deixe-mos à sorte

É só para dizer que à hora de almoço vou comprar 5 raspadinhas. Se me saírem 3000€ vou à Coreia!

O amante

Os leitores que me conhecem melhor devem perguntar-se muitas vezes porque é que o assunto Tiro com Arco aparece tão raras vezes neste blog, vezes essas em que é abordado de forma tão superficial, uma vez que é parte integrante da minha vida e com tanto peso em tantas decisões que já tomei.

No fundo, este é um daqueles assuntos tabu, que quase regula toda a minha estabilidade emocional, mas do qual nunca falo com ninguem, como um amante!

Um amante a quem digo todos os dias que sim, que vamos ser felizes juntos, que vou deixar tudo e dedicar-me a ele, mas quando estou sozinha planeio formas de o deixar para sempre e seguir uma vida simples e honesta, sem a angústia e ansiedade que ele me dá.

Porque tal como um amante, dá-me imenso prazer estar com ele, aproveitar os momentos em conjunto, sentir-me a progredir na "relação", mas não tenho a força interior necessária para ultrapassar os preconceitos, os medos, os olhares e pensamentos dos que me julgam e dar-me por completo.

Apesar de sentir, dia após dia, que não posso dar mais, que estou a esforçar-me ao máximo, tenho a sensação de que isso não é verdade, que há uma parte de mim que não quer assim tanto avançar, que quer continuar com esta situação do amante, e que me faz recuar num ponto sempre que consigo progredir noutro. Por isto, desanimo facilmente e como agora, quando acontece um problema, temos uma discussão e pronto, separamo-nos por uns dias e deixo de treinar, porque só de pensar nisso dá-me nervos.

E é por isso que hoje decidi escrever aqui, porque nestes dias a discussão tem sido feia, porque fartei-me de trabalhar para um objectivo e não me valeu de nada e afinal quem vai à Coreia (na minha categoria, entenda-se), por muito boa pessoa que seja, não o merece como eu e estou furiosa com isso.

Antes que escrevam para aí comentários patetas, digo já que não o escrevo com intenções de sensibilizar nenhum director da federação que ande a navegar na blogosfera. Escrevo porque estou mesmo muito triste e quando estou triste escrevo, porque alguem tem de apanhar com as culpas, nem que seja o teclado. 

Agora que abri devidamente o assunto "Tiro com Arco" neste blog, não esperem que seja uma constante, a situação do triângulo amoroso tabu vai continuar, a não ser que eu e o meu arco marquemos uma consulta num conselheiro matrimonial...

Pensei muito antes de publicar este texto, é um assunto sensível para mim, mas decidi partilhá-lo convosco, em jeito de terapia.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Onde está o Bob?


Este é o Bob!

E este é o aquário do Bob!

A pergunta que se impõe é: Onde está o Bob?

Ora, se repararem com atenção, está um montinho de pedrinhas pretas sobre aquela rocha grande que está encostada ao vidro lá ao fundo. Originalmente havia uma "cama" de pedrinhas pretas por trás desta rocha, para a amparar contra o vidro.
Segundo o Bob, eu não percebo nada de decoração de aquários, e portanto ele fez umas remodelações e construiu o seu próprio quarto privado, por trás da rocha.

Lá estão as pedrinhas por cima da rocha, e lá está o Bob a dormir...

Um raio de um bicho que era um serial-killer no aquário grande e que transferi para aqui com ideias de o dar a alguem ou assá-lo no forno, acabou por me conquistar com este espírito empreendedor e por isso chamei-lhe Bob, O CONS-TRU-TOR!

Deixo-vos com esta comovente história do Bob original, que se fosse com o meu Bob chamar-se-ia: "O Bob come os ouriços" !


sexta-feira, 22 de maio de 2009

Antagonismo

Ontem, apesar de ser quinta-feira da espiga, tive de ir trabalhar à meia-noite, e saí às 2h15 de hoje. Esta manhã supostamente poderia ficar a dormitar um bocadinho mais e planeei chegar lá para as 11h.
É fatal como o destino, quando tenho um bocadinho de tempo dedicado ao descanso, acontece sempre uma qualquer desgraça que requer a minha presença. E hoje foi o quê? Começou a chover num gabinete de um manda-chuva (o que até faz sentido dito assim...)
Entrei em estado de urgência, eram 9h20 já lá estava, e como todas as sextas feiras, era um dia com milhentos problemas e complicações para resolver.
Apesar de estar a raciocinar mais lentamente e ter muito, mas mesmo muito sono, que isto das noitadas já não é assim tão fácil (os 30 não perdoam), curiosamente é nestes dias que gosto mais do meu trabalho, quando sinto que a minha presença é importante, quando sinto que resolvi um problema com sucesso, quando consigo ultrapassar as dificuldades extra naqueles dias em que o trabalho rotineiro só por si já é muito.
Em contraste, durante a viagem desta manhã, ensonada, entaramelada e outras coisas acabadas em "ada", deparei-me com um dos pormenores da vida no campo que me faz sentir pena dos "meninos da cidade", cujo único dilema é a IC19. Encontrei este simpático grupo no meio da estrada e uma senhora que claramente estava a substituir o marido na tarefa do pastoreio, dado o modo de pânico com que esbracejava, conseguindo apenas afugentar as ovelhas para todo o lado em vez de as juntar numa das bermas. Acreditem ou não, para mim, este é um dos pequenos prazeres de viver numa terreola, os imprevistos são muitos e vêm nas mais variadas formas. Para mim, ter de esperar que as ovelhas se decidam a desviar-se da via de rodagem, é um momento que dá cor à minha vida.

(já não as consegui apanhar no meio da estrada)

Tudo isto para partilhar convosco que, em dias como hoje, sinto-me uma pessoa estranha, porque vivo com emoção o stress de um trabalho exigente e ao mesmo tempo dão-me prazer as pequenas singularidades da vidinha simples e pacata do campo.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Mensagem Subliminar

O passaroco que salvei na terça feira ainda vive na minha varanda.
Pensei que na terça à tarde, quando chegasse a casa, já ele teria voado para a vidinha dele, mas não, lá estava feliz e contente a passear na varanda, sempre guardado por um adulto.
O instinto dos animais deixa-me sempre espantada. Quando andei a caçá-lo no quintal houve sempre um pardal adulto aos berros de volta de mim como quem diz "Larga-o! Larga-o! Vai-te embora!".
Agora que ele está na varanda, há sempre pelo menos um adulto por perto, a vigiar o pequenote, penso até que lhe levam comida, pois pus lá água e comida, mas esta parece não ter sido tocada.
Na terça à noite, visto que o bicho ainda lá estava, improvisei um ninho, e quando ele já estava a dormitar, meti-o lá dentro, para que sobrevivesse ao frio da noite. Ontem repeti a operação, dado que por iniciativa propria ele nao escolhe o ninho para dormir, embora seja garantidamente mais quente que o cantinho da janela que ele escolheu.
Aguardo que ele aprenda a voar, mas se calhar já se acomodou à vida na varanda, tem cama, comida e roupa lavada, para quê voar? 
Se calhar esta noite, quando o for meter no ninho, vou meter lá um "phone" do mp3 a tocar o "I believe I can fly" para ele ouvir enquanto dorme, assim estilo mensagem subliminar...

Quinta-feira da Espiga

Hoje é feriado em França.
Hoje é feriado em Mafra.
Trabalho numa empresa de origem francesa.
Vivo no concelho de Mafra.
Não deveria eu estar a dormir a esta hora?

O Phelps que abra a pestana!

Quando comecei tinha muitas dúvidas. Tanto em relação à minha motivação como à minha competência. As primeiras aulas foram muito difíceis, fazia 600m com muito esforço e ficava como se me tivesse passado um comboio por cima.
Rapidamente compreendi que não nasci para nadar bruços, quando passava aulas e aulas a esforçar-me imenso mas por mais que me aplicasse continuava a olhar para o mesmo azulejo lá em baixo...
Aos poucos entranhou-se o gosto pela modalidade, aqueles 45 minutos de sofrimento tornaram-se em algo divertido que me deixava de rastos mas contente. 
Passei para 2 aulas por semana e até já consigo nadar bruços como as pessoas normais! (ok...como as pessoas normais e arraçadas de caracol...)
Faço agora entre 800m a 1km por aula, nas calmas, porque estamos a melhorar a técnica, não a resistência. Mas já houve uma aulinha de 1050m, para abrir o pulmão.
O professor anunciou que vamos aprender mariposa para o mês que vem, estou em pulgas, mal posso esperar!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Gatinhos para dar

Estão a ver o gatinho peludo e simpático que vai aparecendo por este blog fora? Sim, o Ciro!
Um primo meu tinha 4 gatinhos, parecidos com o Ciro, para dar, de pêlo comprido, cores à escolha, com cerca de 1 mês. Entretanto já conseguiu dar 3, sobrou esta menina tigrada, muito meiguinha.

Quem estiver interessado, deixe comentário, não serão publicados os contactos.
Obrigado.

Para quem duvida que aquela amostra de bicho com ar enfezado se possa tornar num belíssimo exemplar de pêlo comprido, aqui fica uma foto do Ciro com 1 mês:


É ver a diferença! Agora tem 1 ano e meio!

Os heróis dormem até tarde

O meu quintal é uma reconhecida pista de treinos para os pardais novatos da vizinhança. Seria mesmo perfeita não fosse o pormenor de ter dois cães, que adoram tudo o que mexe. 
Ora, a pista abre de madrugada, bem cedinho, e fecha por volta das 06h30, hora a que os cães acordam e vão à rua. Quem não aprendeu a voar até essa hora, azar!
Esta manhã houve um artista que não conseguiu sair a horas, e ficou encurralado dentro da roda do meu carro.
Quem deu por isso foram os cães, claro! Depois de os prender, apanhei o bicho, pu-lo no ninho mas ele voltou a sair. Mais uma perseguição, eu de robe cor-de-rosa de rabo para o ar debaixo do carro...e lá o apanhei.
Deixei-o na varanda do piso de cima, onde não há cães nem gatos e de onde ele só consegue sair quando souber voar em condições. (ó p'ra ele na foto)
Orgulhosa do meu feito heróico, fui-me deitar  a olhar para o tecto e a pensar que só por esta acção já merecia ficar a dormir mais um bocadinho. Eram 06h55.
O Homem-que-não-assina acordou às 07h00 e disse: "Tive um sonho estranho, tínhamos acertado em 5 números no Euromilhões!"
Eu respondi: "Pronto, então está decidido! Ficamos a dormir!"

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Beam me up, Scotty!

No sábado pensámos que a euforia do novo Dolce Vita Tejo ía deixar o nosso adorado OdivelasParque às moscas, mesmo a jeito de ir ver o "Anjos e Demónios", acabadinho de estrear.
Mas enganámo-nos, a sessão das 21h30 estava esgotada e a da meia-noite para lá caminhava. Portanto fomos ver isto:


Nunca fui uma trekkie, nunca sequer vi um episódio inteiro do Star Trek e o que sei é de referências e piadas que vão aparecendo noutros filmes, metade delas que não percebia. Mas lá fui, convencida que ía apanhar uma daquelas secas, porque a ficção científica tem vertentes que me chateiam.
Foi uma agradável surpresa, o argumento é bom, os efeitos especiais convencem e o elenco está aprovado, ou então isto tudo é de estar lá o Zachary Quinto, da série Heroes, da qual sou uma viciada total, no papel de Mr. Spock.
Finalmente compreendi o sentido das tais piadas, incluindo o "Beam me up, Scotty!". 
Vão ver, aconselho! E o "Anjos e Demónios" é dar-lhe mais uma semanita...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Desktop

Porque sou vossa amiga, tomem lá uma foto que fica um espanto no fundo de ecrã.
Podem pagar em latinhas, de preferência da Sheba...

Não se medem aos palmos

Amigos já conheci muitos, porreiraços há aos pontapés, jeitosos são um bocadinho menos mas mesmo assim há bastante escolha, agora homens a sério, há que saber escolher, e com cuidado!
Não estou a falar do típico feio, mau e a cheirar cavalo, esses são os machos latinos, e para encontrar um assim basta ir a uma tasca à hora de almoço ou ao fim da tarde.
Por muito que se sonhe com um príncipe louro de olhos azuis que chega num cavalo branco, de que é que isso vale se o príncipe for mais vaidoso que uma mulher ou mais burro que uma porta?
Os Homens medem-se pelas suas acções, o resto é paisagem!
Ora esta conversa toda para quê? Para dizer que hoje estou orgulhosa...orgulhosa não, é pouco....estou radiante com as atitudes e decisões que o HQNA tomou nestes ultimos dias e especialmente pelo grande passo que deu hoje.
O meu menino é um Homem, com H grande, e não cheira a cavalo!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Por falar em trafulhas

Nunca gostei de mecânicos! 
Já conheci muitos, precisamente por nunca gostar de nenhum, sempre em busca de um melhor e acabo por conhecê-los de todos os tipos, feitios e artimanhas.
Só conheço um em quem confio plenamente, mas é longe, demasiado longe, fica em Alenquer, na oficina Toiquer, o Sr. Domingos é à confiança, podem crer.
Ora ontem andei de novo a fazer pesquisa de mercado e se há coisa que para mim funciona como "Alerta Trafulha" é uma conversa como a seguinte:

Eu (já sabendo de antemão 2 orçamentos) - Boa tarde, tenho um Cordoba diesel de 2005, preciso de mudar 2 sinoblocos à frente, em quanto é que isso me pode ficar?
Ele - Ah! Não lhe posso dizer isso assim, tenho de ver primeiro e pode não ser disso...
Eu - Mas eu já sei que são só 2 sinoblocos...
Ele - Ai mas imagine que eu ponho o carro no ar e descubro que tenho de substituir tambem o triângulo de direcção, isso não é assim, tem de trazer o carro e depois eu vejo.
Eu - Pois, mas não me sabe dizer se estamos a falar de 50€ ou 500€?
Ele - Não, não, tem de trazer cá o carro!
Eu - Ok, então eu depois levo aí o carro, obrigado e boa tarde!

Este nunca me vai conhecer!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Sonhos

Estou sempre a dizer a mim própria: "Um dia destes compro um carro a sério!". Não tardo muito a pousar os pés no chão, fazer contas e decidir que ainda é cedo para me meter em sarilhos assim.
Mas o sonho persiste, e volta frequentemente. Em especial quando tenho de fazer uma manutenção qualquer, como se os BMW's, Audi's e Mercedes não precisassem tambem dessas coisas...e bem mais caras que são as peças!
Mas penso sempre que seria diferente ter um carro desses até aos 300 ou 400 mil quilómetros, sem me queixar das manutenções, sem me fartar do carro em si, só porque era um carro "bom".
Aqui o menino da foto não se contentou com 2 pneus novos, tinha de pedir tambem uns sinoblocos...para já não falar das pastilhas e discos que estão nas últimas. Tão jovem que ele é (120 mil) e já me anda a fazer lembrar os tempos do Mégane, que passava mês sim mês sim no mecânico...
Sonho com um carro que seja só meter gasóleo e andar, com garantia vitalícia de peças e já agora carroçaria de borracha, por causa dos Audi's!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Busca Busca

O Ciro é definitivamente um cão! 
Com 30 bolinhas e brinquedos diferentes lá em casa, prefere sempre os papelinhos dos rebuçados ou pecinhas roubadas aos donos (parafusos, borrachas, cartões SIM...enfim!)
Para além de serem mais leves, o fruto proibido é sempre mais apetecido, não é?
Mas o que me faz escrever hoje não é o facto de ser cleptomaníaco, mas sim o facto de ontem me ter surpreendido com algo que nunca tinha visto um gato fazer.
Eu tinha estado a brincar com ele durante algum tempo, a atirar o papelinho de um bombom para ele caçar. Mais tarde, estava eu refastelada a ver um filme, ele salta para cima do pousa-pés, e pousa-me o papelinho perto das pernas. Visto que eu não reparei, ele começou a empurrar o papelinho contra mim. Só aí reparei, e atirei o papelinho para longe. Ele caçou-o e de novo trouxe-o para perto das minhas pernas e a cena repetiu-se mais algumas vezes, até ele se cansar e deitar-se a admirar-me com o ar que o Homem-que-não-assina costuma apelidar de "A minha dona é tão linda!"
Será que o consigo treinar para me trazer o comando da televisão?

Más notícias

Acabei de pagar cerca de 50€ em Impostos Únicos de Circulação, logo à tarde vou por mais 2 pneus no Cordobamobil, fiquei a saber que vou ter de pagar 400 e tal euros de IRS, está a chover como se fosse Novembro e apesar de estar a subir de forma a minha única hipótese de ir à Coreia é pagar 3000€.
Odeio segundas feiras!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Ele há momentos assim!

Mais um momento daqueles...raros de encontrar.

(Do mesmo fotógrafo desta aqui. Clicar para ver maior)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

A lógica da folhinha

Tenho em cima da minha mesa esta plantinha, que cresce dentro de um mini-boião, e me faz companhia todo o dia.

Há tempos alguem me perguntou "Isto é para quê?" ao que eu respondi "É uma plantinha!". E toda orgulhosa contei a história de como tinha começado por ser apenas uma folha que arranquei sem querer de uma planta no corredor.

Logo a seguir a pergunta: "Então e qual é o objectivo?". Bom...a esta pergunta confesso que demorei algum tempo a responder.

Qual é o objectivo de ter uma planta em cima da mesa? Para mim é ter um bocadinho de natureza perto de mim, porque é algo que me faz muita falta aqui fechada todo o dia. Respondi à pergunta com um alegre "Nenhum!". Gosto de baralhar as pessoas :)

E vocês? O que há nas vossas secretárias?

terça-feira, 5 de maio de 2009

Grandiosa Inauguração

Atendendo aos desejos da legião de fãs da BD Caseira (são uns 3 ou 4), decidi abrir um blog dedicado apenas a estas edições especiais. Já reservei o nome do blog há alguns meses mas só agora tive tempo para me dedicar à migração das edições passadas para o novo endereço, devidamente assinadas.
Para celebrar este evento publiquei uma nova história, desta feita uma aventura cheia de acção e comédia, patrocinada por uma conhecida marca de combustíveis (era bom era...), que marca a estreia de dois novos protagonistas, o Nero e o Charuto.
É com muito orgulho que vos convido a visitar o BD Caseira e ler a 6ª Edição intitulada CharutoShare.
Todas as publicações de BD Caseira passarão agora a ser feitas no novo blog, sendo o "Não Gosto de Ervilhas" utilizado para anunciar novas edições, sinopses e apontamentos.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
A BD Caseira regressou ao NãoGostodeErvilhas (Nov 2011)


Prioridade das argolas

É só para avisar o senhor dono do Audi que, este fim de semana, me meteu um pára-lamas dianteiro dentro, que se o encontro por aí numa esquina escura faço-lhe uma mossa nas argolinhas...

Entretanto, é favor ir aprender a estacionar, que ter um carro bom não é desculpa!

'Tá bonita a brincadeira, não 'tá?