sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Vou chegar tarde!

Eu já sabia! O primeiro dia em que não temos trabalho depois do trabalho, e que podemos finalmente planear uma noite de descanso conjunto, eis que o "prili-pi" do telemóvel me traz a agradável surpresa: "Vou chegar tarde!"
Que raio de mania esta dos patrões só se lembrarem do trabalho à sexta feira à tarde. Os patrões não sabem que à sexta feira à tarde já não se trabalha? Nunca foram a França? Lá é assim!

sábado, 25 de outubro de 2008

A felicidade

...é encontrar momentos assim!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Festa da Espuma

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

BD Caseira II

( Clicar para ver maior)

Ecossistema

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Mas porque raio ...

...é que o primeiro tomate a nascer é o último a ficar maduro?

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Eu já assinei

Faço minhas as palavras que iniciam a petição:

"Porque o tempo dos "heróis do mar" já lá vai há muito...Porque não somos actualmente nem "nobre povo", nem "nação valente"...
Porque, como tal, não faz sentido mantermos um hino que reflecte um nacionalismo tacanho e bélico (Às armas, às armas, pela pátria lutar, contra os canhões marchar marchar" (???)) e que está completamente desactualizado e desfocado da realidade do país... "


Neste site http://peticao.com.pt/hino-deolinda corre uma petição para mudar o hino nacional, para um mais adequado à realidade portuguesa. Os Deolinda, de quem sou fã, incluem no seu ambum o tema "Movimento Perpétuo Associativo" que demonstra claramente o estado de espírito português.
Como diz o Markl: " Isto não tem a ver com querermos mesmo que os futebolistas passem a cantar o Movimento Perpétuo Associativo antes dos jogos. Tem a ver com Portugal ter o sentido de humor e auto-paródia capaz de fazer de nós, portugueses, pessoas melhores e mais evoluídas."

Aqui está a letra da dita música:

Agora sim, damos a volta a isto!
Agora sim, há pernas para andar!
Agora sim, eu sinto o optimismo!
Vamos em frente, ninguém nos vais parar!

Agora não, que é hora do almoço...
Agora não, que é hora do jantar...
Agora não, que eu acho que não posso...
Amanhã vou trabalhar...

Agora sim, temos a força toda!
Agora sim, há fé neste querer!
Agora sim, só vejo gente boa!
Vamos em frente e havemos de vencer!

Agora não, que me dói a barriga...
Agora não, dizem que vai chover...
Agora não, que joga o Benfica...
e eu tenho mais que fazer...

Agora sim, cantamos com vontade!
Agora sim, eu sinto a união!
Agora sim, já ouço a liberdade!
Vamos em frente, é esta a direcção!

Agora não, que falta um impresso...
Agora não, que o meu pai não quer...
Agora não, que há engarrafamentos...
Vão sem mim, que eu vou lá ter...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Um sinal...ou serão dois?

Acho que o meu corpinho me está a enviar sinais, mensagens subliminares.
De facto não lhe tenho ligado nenhuma, ocupada que estou a tentar sobreviver a todas as ocupações, e ele, claro está, já começou a queixar-se...
Ok, aquilo do cotovelo no aniversário foi culpa minha, mas as dorzinhas aqui e ali já apareciam há muito tempo e no sábado veio isto do jeito no pescoço que me provoca uma dor acutilante no meio das costas e hoje pimba! estou que não posso do cotovelo esquerdo!
Para mim já chega de mensagens escondidas, diz logo o que queres e pronto, porque já falta pouco para não conseguir realizar seja o que for que queiras...
Qual é a ideia? É porque já não treino há meses, ou é mesmo para deixar de ir a provas? É porque não faço exercício? De facto tenho andado a ver horários, mas com estas dores...
Dá-me só uns diazitos sem dor, a ver se eu me organizo, vá lá...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Quirozombie

Estica daqui, puxa dali, torce dacolá...e estou ligeiramente melhor. Já consigo olhar para o espelho retrovisor direito!

Zombie à esquerda

Estava eu muito quentinha, no sábado à noite, a matar zombies na Wii, quando um deles me ataca pelas costas e eis que fico com um belo torcicolo. Fiquei apenas com a capacidade de olhar para a esquerda, ou então para a frente, mas com a cabeça inclinada para a esquerda, com o ombro levantado, assim tipo zombie, estão a ver a ironia disto?
Há 2 dias com a cabeça de lado...definitivamente não é suposto eu treinar esta época...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

O dia perfeito...


...foi ontem! Deixo aqui uma lista de acontecimentos:

7:30 - bato com um carro emprestado no muro da minha casa;
8:25 - agito a garrafa de leite com chocolate, mas já depois de tirar a carica;
11:10 - avariei um ferro de engomar só ao pegar-lhe;
12:40 - tudo o que havia no tabuleiro de almoço que desse para entornar eu entornei;
14:15 - prendo o botão das calças numa peça e "tum!", o botão sai disparado;
14:40 - assim que chego ao pé de um pintor, ele derrama a lata de tinta branca no passeio;
16:35 - durante o lanche com um Chefe de Serviço, deixo cair uma grande porção de arroz doce na camisola;
17:30 - sou mandada parar por um GNR, que ao ver os meus documentos deixa saltar a minha carta de condução para o meio da estrada, tendo que mandar parar o trânsito para a ir buscar;
18:00 - meti o Euromilhões!

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

BD Caseira I

Lembrei-me...

...que ainda não tinha publicado esta!

1 ano e meio de império

Nunca gostei do nome "Nero", mas o bicho já vinha com ele e achámos que seria confuso trocar-lhe o nome já com 8 meses. Mas a verdade é que nunca me habituei ao raio do imperador romano andar lá por casa, a dormir na cozinha.

Decidi assim mudar-lhe o nome para "Manel", dando seguimento à lógica da "Maria". E além disso o som que importa, "NÉ", está lá e ele responde, às vezes até mais depressa do que com "Nero". Fico assim com um casalinho de nomes mais homogéneos.

"A Maria e o Manel"
Fantástico espectáculo de luz e cor, numa feira perto de si!
(ou mesmo no programa do Goucha)

Os documentos continuarão a dizer "Nero", pelo menos até à renovação, que está próxima, mas para os amigos é já o "Manel", ou "Néné" para as amigas.

E porquê "Manel", perguntam vocês? Porque ele não responde a "Tóino"!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

100 000 km

A seguir ao post dos 92 000km, aqui fica mais um em homenagem ao meu Cordobamobil.
Parabéns 3 Cilindros, ainda vamos quebrar o record dos 270 000 do Mégane...isto se não me sair o Euromilhões entretanto...

O meu primeiro tomate

Ó pra ele tão luzidio! Um bocadinho tardio, é certo, mas é tão lindo, não é?