terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O Cão dos Infernos

Ora, vamos a contas.
O Nero cortou-se numa pata, levou 4 agrafes.
Levou também um colar para não rasgar o penso.

Dois dias depois já tinha partido o colar e conseguia chegar ao penso.
Fez-se um penso novo e comprei um colar novo, mais comprido.

No dia a seguir já tinha começado a partir o colar e conseguia chegar ao penso na mesma.
Fez-se um penso novo e comprei um açaime, baratinho, de plástico.

Dois dias depois ele partiu o açaime e já tinha partido completamente o colar.
Tirou-se 2 agrafes, fez-se um penso novo e comprei um açaime de cabedal.

Ainda faltam pelo menos 3 dias com penso.
Acho que vou comprar mas é um tranquilizante!!!
.
.
.
.
.
Para mim, não é para o cão, o que é que pensavam?

4 comentários:

Bonecota disse...

Ganda cão!
Pelo menos não é daqueles que parecem de "plástico"... com lacinhos e tudo!

SS disse...

Já pensaste em "meter-lhe" a perna às costas? :)

Pirralha disse...

Como fiz uma camisola à Maria, estava a pensar fazer ao Nero uma camisa de forças...

APC disse...

Tadito. Diverte-se com o que pode. Como forma de copping traduz-se num bom prognóstico! :-) Para ele!