sábado, 26 de dezembro de 2009

O micro-cabaz de Natal

Este ano apeteceu-me fazer algo diferente. Apeteceu-me agradecer a todas as pessoas que me aturaram patetices o ano inteiro, o que não é nada fácil quando é um número considerável de gente.
Recorrendo aos meus dotes de culinária, fiz umas brincadeiras com uns potes de compota e uns doces de amêndoa e chocolate. Tudo feito na minha cozinha, na qual tenho um balcão demasiado pequeno para as minhas ambições doceiras e onde tenho de inventar locais para deixar as "obras" a arrefecer, longe da gula felina...

Dificuldades à parte, até fiz um rótulo com a marca, os ingredientes, a data de validade e essas coisas que os rótulos trazem, para dar um ar profissional à coisa.

Ficaram umas lembranças bem catitas (aqui ao lado estão algumas), rústicas e simples, só espero que o conteúdo seja aprovado pelos consumidores finais. Tão catitas que já alguns amigos me propuseram comercializar a coisa. Ora, sendo assim, cá vai:

Caro leitor do NãoGostodeErvilhas, encomende já o seu micro- cabaz de Natal. Se encomendar já, recebe não um, não dois, mas TRÊS maravilhosos lacinhos para enfeitar os seus frascos de compota!

1 comentário:

Afonso Loureiro disse...

Provámos a compota de pêra esta manhã e vamos ter de te denunciar à ASAE, nem que seja porque era pouca!