quinta-feira, 8 de julho de 2010

Um dia de sorte

Fui mandada parar pela GNR, "os seus documentos, por favor", a história do costume.
Lá apresentei os papéis e o sr. agente embirrou por eu não ter ainda o selo do seguro no vidro, ao que eu respondi que tinha acabado de receber a carta verde. Depois embirrou por eu não ter a morada da carta de condução igual ao BI e aos documentos do carro e eu lá lhe disse que não sabia disso e tal, mas vou já tratar do caso, a sério que vou...
Mandou-me mostrar o triângulo e o colete e estava eu a remexer na mala do carro à procura quando ele me disse:
"Sra. Condutora, vamos fazer assim...você até tem uma carrinha toda gira, um resto de boa tarde!"
E mandou-me seguir!

Já vos disse que adoro o meu carro? :D

Bom, ou foi isso ou foi o facto de eu ter roupa bastante justa, não sei...

3 comentários:

al disse...

ou foi o facto de teres olhos verdes? E essa farta cabeleira loira? hum...

SS disse...

como é bom ser gaija :)

Afonso Loureiro disse...

Há gajas cheias de sorte... Quem tem carros feios ou roupa larga está tramado.