terça-feira, 28 de maio de 2013

Este Pipoco...

...de vez em quando diz umas coisas certas.

domingo, 26 de maio de 2013

Live another day

O vento na prova fez-me desistir à partida.
Perdi uma flecha e parti outra.
O Benfica perdeu a última chance.
Acabou-se o desodorizante.

Mas o J ainda não teve febre nem vomitou....hoje é um bom dia.

Vaso Ecológico - Versão Final (acho eu!)

Como sabem, não fiquei contente com a solução do vaso "ecológico" que fiz com o garrafão. E não descansei enquanto não encontrei um modelo ao meu gosto.

Acabei por desistir de procurar modelitos na net e decidi puxar pela cabeça. Depois de brincar um pouco com um dos modelos de teste (o que vos mostrei antes já era a 3ª tentativa), cheguei ao modelo que eu acho que confere mais classe (ou a classe possível, porque afinal estamos a falar de reciclar lixo) à solução final.

Este modelito é da minha autoria, não necessita de acessórios para suspensão, é de fácil remoção para manutenção e reparem que até tem opção de retenção de águas ou não (é só tirar a tampa) para se adaptar às estações do ano. Leva apenas um pequeno quadrado de manta geotêxtil no fundo para deixar passar a água e não a terra.

Eh pá, acho que vou registar a patente!

sábado, 25 de maio de 2013

Mais trabalhos de casa


Acabei de entregar estes sacos, com grandes elogios das educadoras e garantias de inveja e/ou encomendas das outras mães, e a seguir toma lá mais duas cartolinas para enfeitar até ao Dia da Criança.

Lá vou ter de puxar pela imaginação para mais um trabalho de casa! É que ainda por cima é sempre trabalho a dobrar...

As letras dos nomes (os leitores só vêem as iniciais) são as que já mostrei aqui e aqui. Os desenhos são em feltro fino e a liana foi um cordão que achei numa nas minhas visitas turísticas a uma retrosaria.

terça-feira, 21 de maio de 2013

No way, Jose

The Red Bimmer diz que precisa de uma lâmpada. 'Tá bem abelha!

Cada vez que lhe faço uma pequena compra vem-me com uma grande despesa a seguir.
A última vez que lhe mudei uma lâmpada, tive uma despesa de 600€ logo a seguir.
Depois disso mudei de escovas e na semana a seguir apareceu um problema no motor, mais 500€ e tal.

Portanto, caro amigo, até à próxima inspecção, podes tirar o cavalinho da chuva, que é como quem diz "tirar a lâmpada do painel"
.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Pink is like red but not quite (Bom, bom era White!)

Hoje sinto-me leve, sinto-me livre, sinto vontade de festejar.
Eu soube logo de manhã  que hoje era o dia, deu na rádio algo que não ouvia há anos e soube logo aí que este seria um dia bom.

Acabei de liquidar um contrato de empréstimo que me iria perseguir até 2015. As más notícias são que fiquei nas lonas, as boas notícias são que há menos uma renda por mês.
Viva os sacrifícios que se fazem todos os dias, vivam as poupanças que vou voltar a fazer e viva a LeLé que já é minha!

Agora som no máximo, rabos fora das cadeiras e Play! Toca a festejar comigo!

(Perfeito era se os gajos tivessem feito uma música chamada "White!", mas enfim, foi esta que ouvi de manhã)

Pink by Aerosmith on Grooveshark

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Lampião Doméstico ataca novamente

Agora é para condizer com as toalhas. Isso dos jogos do Benfica são só coincidências...

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Eu até sou meiguinha

Pá, abri o pulso outra vez!

E pormenores técnicos à parte, porque ah e tal não se abre o pulso, faz-se é loxações e entorses, assim é mais fácil e rápido de explicar.

À pergunta habitual sobre como fiz isto, resolvi responder que bati no meu marido mas o gajo é rijo e aleijei-me.

A melhor resposta de todas: "És mesmo burra, batias-lhe com uma cadeira!"

sábado, 11 de maio de 2013

Já vos tinha dito que o HQNA é do Porto?

Já uma pessoa não pode fazer a lida da casa e trocar as toalhas sem ouvir bocas...

Foi para fazer "pendant" com os tapetes, 'tá bem?

terça-feira, 7 de maio de 2013

RunKeeper

Está na moda  ligar tudo o que é aplicação ao Facebook, para que os nossos amigos fiquem a saber automaticamente o que andamos a fazer sem termos de falar com eles.

Ontem comecei a utilizar a aplicação RunKeeper, que desde já recomendo, para seguimento dos treinos de corrida ou caminhada, com rotinas de treino e ligação GPS, e claro está, a opção de ligação automática ao Facebook, para que todos saibam que me esmifrei para fazer 2,5km em 25min. Vá, tinha subidas, 'tá bem?

Se no caso do GoodReads não me importei nada de autorizar a partilha automática no Facebook, porque além de partilhar ideias de novas leituras com os amigos, sempre dá um ar culto, porque leio muito e tal, no caso do RunKeeper decidi não o fazer. E nem é para esconder a minha miserável forma física (até porque já a revelei no parágrafo anterior), é mais porque em cada partilha sai também o mapa da corrida acabadinha de fazer e apesar de só ter pessoas conhecidas no meu Facebook não me parece prudente mostrar onde estou exactamente naquele momento.

Chamem-me anti-social, mas se quiserem saber onde estou, telefonem!

Quanto ao RunKeeper, para quem corre ou vai começar, é uma grande aquisição e é grátis! Só lhe adicionava mais uma funcionalidade: um aviso nos locais onde aparece um cão enorme a ladrar de repente!


A prenda do Dia da (minha) Mãe

Não é o livro, é o marcador, que fui "moi même" que bordei.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Razões para ter filhos

Nº 2 - É uma grande desculpa para comprar coisas parvas (e giras).

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Será photoshop?

Pela net fora, vejo soluções fantásticas com garrafas PET, para fazer vasos e jardins suspensos e decidi recriar a coisa para criar o meu jardim de especiarias, sem gastar um dinheirão em vasos e suportes de pendurar.

Depois de alguns testes, decidi-me por este modelito que aqui vos mostro, e sim senhor que me ficou de borla, mas quando olho para isto não vejo aquele aspecto glamoroso que encontro nos sites da especialidade. A mim parece-me que se encher o gradeamento com estas coisas, vou ficar com a entrada da cozinha algo abarracada...mas de facto, até aqui, em foto tem melhor aspecto que ao vivo, e não usei Photoshop.
Bom...talvez se me dedicar a enfeitar os "vasos", com umas pinturas de florzinhas, a coisa vá....logo vos digo.

Porque a descriminação não olha a meiguices

Sob o pânico do canil habitual não estar disponível, tive de pesquisar opções para uma estadia do nosso Nero.
Quando telefono para um sítio qualquer, é normal fazerem-me uma pergunta inicial sobre qual o porte do cão, o que acho normal, porque tem a ver com o tamanho das celas disponíveis. Mas quando a primeira pergunta é qual a raça do cão, fico logo de pé atrás no resto da conversa e acabo por ser muito mais exigente nas questões que coloco.

Acabei por descobrir um sítio pertíssimo de casa, muito barato, mas onde decidi não deixar o meu cão. Porquê? Ora deixa ver: por ser um pitbull, iría ficar fechado dentro da cela durante toda a estadia, a comida era dada através de um comedouro automático e não teria direito a passeio nem interacção, quer com cães, quer com pessoas. Independentemente do seu comportamento.

Sim, eu aceitei pagar mais 4€ por dia para que o meu cão possa esticar as pernas, ver pessoas e brincar todos os dias. E já agora, continuar a ser um pitbull sociável.