terça-feira, 22 de maio de 2012

Guilty Pleasure

Ele há coisas que não dá para resistir. Como por exemplo, quando se encontra uma pastelaria que vende jesuítas como deve de ser. E como deve de ser, entenda-se, é com aquela capinha dura de açúcar por cima, que estala crocante ao mínimo toque.

Estão na moda agora os jesuítas maricas, só com amêndoa torrada por cima, porque "ai os outros tem muito açúcar, que horror!" e já são raras as pastelarias que vendem "jesuítas à homem". A mim não me convencem os jesuítas maricas, quem me tira a capinha de açucar tira-me tudo, ou neste caso, tira-me o prazer crocante de quebrar a tal capinha.
É por isso que, tendo fome ou não, sempre que apanho uma pastelaria a vender jesuítas "à homem", compro um, nem que seja para comer mais tarde.

3 comentários:

Afonso Loureiro disse...

No Porto ainda não há desses Jesuítas amaricados. Os do nuórte são daqueles que fazem voz grossa e crescer pêlos no peito.

Fernando disse...

Experimenta os da Sacolinha...

al disse...

entao e os da marianita?