segunda-feira, 7 de maio de 2012

Divagações da chuva

Chove a potes lá fora, e pergunto-me onde andou esta água toda no Inverno?

Mas também não interessa muito, o som da chuva é reconfortante, até a viagem para o trabalho, como habitualmente à chuva, feita a velocidade de idoso, soube bem.
Bem, bem, era estar em casa, enroladinha no sofá com "o meu mais novo", a ler um livrinho enquanto a chuva fustigava as janelas e a mini-horta.

E de novo me pergunto, porque estou tão bem disposta num dia tão cinzento, com tanta gente carrancuda à minha volta? Se calhar só porque sim, se calhar porque ontem atirei tão bem, se calhar porque dormi na almofada visco-elástica que comprei no fim de semana, e que bem que se estava lá esta manhã....



Sem comentários: