terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Há uma forma certa de estar errado

E quem sou eu para saber o que é certo ou errado?

Certo para mim pode ser errado para ti, o que é fácil hoje pode ser difícil amanhã e o que parece simples para ti causa-me complicações a mim.

Por isso, meu amigo, porque não nos deixamos de conversas sem fim e assumimos que o que está certo é o que nos vai no instinto, o que nos faz bem, o que nos traz bons momentos e o que nos faz felizes?

Sem comentários: