sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

A sorte de caber num XS

Isto é o que eu chamo Saldos a sério! :)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Lucas Marx 1994 - 2012

Lucas Marx nasceu a 10 de Abril de 1994, na Paúla, uma aldeia no concelho de Alenquer, filho de pai desconhecido e de Zuca, uma gata preta que habitava as imediações da casa da minha avó. Os primeiros dias de vida foram passados no monte de roupa passada da minha tia-avó, pois Zuca achou que a caixa com trapos que lhe tinham atribuído para o parto não era digna da sua ninhada.
15 dias depois veio para nossa casa um gatinho malhado como uma vaca, que nem andar para a frente sabia, a quem chamei Lucas Marx. Não, com 15 anos eu não tinha qualquer ideologia política, tinha era a cabeça de uma adolescente obcecada pelo Tony Carreira da altura: Richard Marx, que tinha 3 filhos, um deles chamado Lucas.

O Lucas cresceu, tornou-se um belo exemplar felino, cheio de energia e curiosidade e surpreendeu-nos com a sua esperteza desde cedo.
Teve uma vida preenchida, viajou algumas vezes, teve uma melhor amiga (a Niki), cresceu comigo, mudou de casa comigo, foi herói de BD, apreciou a vida no campo, caçou pássaros, casou-me e contribuiu em muito nas minhas decisões para me trazer até onde estou hoje.

Talvez por já ter cumprido a sua missão, foi no passado dia 16 de Janeiro que o Lucas nos deixou para sempre.

Sei que foi feliz e sei que fiz o melhor que pude para lhe dar o conforto e atenção que precisou e no último ano pode ter perdido força e energia mas nunca perdeu a sua personalidade. Esperávamos apenas o dia em que ía finalmente sucumbir à sua condição física, mas espera nenhuma nos prepara para um momento tão doloroso e sei que não sou só eu a chorar a sua partida.

Por tudo isto merece aqui esta homenagem. Tem agora uma "tag" com todas as histórias onde entrou e continuará a ilustrar o fundo deste blog.

São inúmeras as histórias que relatam a sua teimosia, o seu apetite, a sua liderança e superioridade e a tendência para relacionar objectos e situações como nenhum outro gato que eu tenha visto. Este blog só existe desde 2008 e mostra apenas uma ponta de tudo o que ele era, mas acreditem, Lucas Marx foi um Senhor Gato.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Tenho de escrever um post

Tenho de escrever um post ... e não vai ser fácil.
Já o escrevi mentalmente centenas de vezes, já o reescrevi outras tantas, mas ainda não o teclei.

Ser blogger tem destas coisas, semi-obrigações que nos auto-atribuímos, de dar a saber aos leitores o que se vai passando, de dar satisfações sobre os pormenores que foram sendo revelados ao longo da vida do blog.
E depois há aqueles momentos em que a vida real acontece e nos faz pensar "porque não escrevi mais cedo o que pensava? se escrever agora não vai fazer sentido!" ou "mas porque raio é que escrevi aquilo?" porque entretanto algo mudou, algo aconteceu e por vezes nem nos apetece escrever sequer uma palavra sobre isso e quase, mas mesmo quase, desejamos nunca ter começado o blog, porque agora temos esta "obrigação" de dar continuidade e coerência aos assuntos.

Escrevo isto hoje, não só por mim, mas tambem por um amigo blogger que sei também ter um post difícil para escrever e que, tal como eu, imagino que esteja às voltas com o texto no cérebro sem saber em que ponta pegar para o por no ecrã, se é que sequer vai conseguir fazê-lo.

Tenho um post para escrever há uma semana, fui de viagem à espera de na volta ser mais fácil, mas a vida aqui ficou à minha espera. E não, não será mais fácil agora, continuo com um aperto no peito sempre que tento começá-lo. Mas vou escrevê-lo, não como obrigação para com os leitores, mas em jeito de terapia, porque esse texto será o fechar de um período que quero guardar nas boas recordações.

Ao meu amigo blogger que passa por um "bloqueio de post's" aconselho apenas isto mesmo, que despejar um texto, mesmo sem coerência ou continuidade, pode ser uma boa terapia de fecho. E os leitores (os que interessam) não se importam.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Gosto de ti quando não existes

Diz o Luís Represas que "Gosto de ti quando és razoável, gosto de ti volátil e maleável".

RAZOÁVEL? Então e quando estou zangada, efusiva, triste, exaltada, aborrecida ou enervada? Não?
Portanto é só quando te faço as vontades, não é?

Gajo que me dedicasse esta música levava no mínimo um sopapo (gosto tanto desta palavra).

Faz-me lembrar aquela outra "You say it best when you say nothing at all", ou seja, "Gosto de ti quando estás caladinha".

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

"Perimeter Secure, Over"

nova mobília foi minuciosamente verificada pelas "forças militares" lá de casa....

Camuflagem perfeita

...e considerada segura para utilização.

Perimeter Secure, Over



terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Furniture Frenzy

Ao fim de 4 anos a dormir numa estrado com pés, a refilar porque o colchão desanda, a desesperar porque os lençóis desprendem, a atafulhar coisas em caixas porque não há arrumação para nada, a enojar porque as almofadas estão cheias de humidade por encostarem à parede, eis que chega finalmente o luxo à humilde residência Dos-Que-Não-Assinam.

Dormir numa cama! Um luxo!
Ter uma cabeceira para encostar uma almofada! Priceless!
Ter onde arrumar coisas! (snif)....acho que vou chorar....

Esta aquisição abre todo um novo mundo. A seguir vamos comprar uma cómoda, mesas de cabeceira, MEU DEUS! mesas de cabeceira e candeeiros!, que loucura! (sim, reparem no pormenor da foto, em cima à direita, um banquinho com um casquilho e uma lâmpada...) e até, quem sabe, um colchão novo! É a loucura do mobiliário no meu quarto, ou em estrangeiro, uma Furniture Frenzy, uma Furniture Gone Wild, é no fundo uma grande alegria!

P.S. - Vendem-se 4 pés de estrado.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A estupidez é assim

Um fim de semana inteiro a trabalhar com ferramentas cortantes, berbequim e rebarbadora e corto-me no domingo à noite a fatiar pão.


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Mas que bela ideia

Sim senhor, o país está em crise, é preciso estimular a economia nacional, por isso vamos lá dar mais uma razão aos portugueses para fazerem encomendas online para o estrangeiro.

http://aeiou.exameinformatica.pt/com-a-alteracao-da-lei-preco-dos-discos-rigidos-aumenta-21-euros-por-tb=f1011613

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

...mas tambem vai doer

O título do post de hoje é a continuação do título de ontem.

Diz a minha mãe que é preciso sofrer para bonito ser. Creio que ela se referia às atrocidades a que as mulheres se submetem para ficarem agradáveis à vista, mas eu aplico este ditado a mais situações.

2012 vai sim senhor ser um ano lindo, basta acreditar, mas será tambem doloroso, não tenho dúvidas.


Há certas alturas em que as imagens valem mais que as palavras, em especial quando estas ficam presas sem saber como sair. Por isso, e mantendo o tema "lindo", a ilustração do post de hoje é esta.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Porque 2012 vai ser lindo

À semelhança da restante blogosfera, eu devia por estes dias escrever um post com os meus votos para 2012, relembrando como vai ser difícil, com a crise e o governo e isso tudo e como estamos todos coitadinhos à rasca com a geração, mas naaaaaaa, vou só publicar mais uma foto do meu gato, que é tão lindo!


segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

No deserto...sei....

O meu pai trouxe-me um portátil para desmanchar, porque as teclas não funcionavam que"...por causa de trabalhar no deserto, está cheio de areia."

Passa o dia na praia a navegar no Facebook e depois diz que trabalha no deserto....sei!