terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Tenho de escrever um post

Tenho de escrever um post ... e não vai ser fácil.
Já o escrevi mentalmente centenas de vezes, já o reescrevi outras tantas, mas ainda não o teclei.

Ser blogger tem destas coisas, semi-obrigações que nos auto-atribuímos, de dar a saber aos leitores o que se vai passando, de dar satisfações sobre os pormenores que foram sendo revelados ao longo da vida do blog.
E depois há aqueles momentos em que a vida real acontece e nos faz pensar "porque não escrevi mais cedo o que pensava? se escrever agora não vai fazer sentido!" ou "mas porque raio é que escrevi aquilo?" porque entretanto algo mudou, algo aconteceu e por vezes nem nos apetece escrever sequer uma palavra sobre isso e quase, mas mesmo quase, desejamos nunca ter começado o blog, porque agora temos esta "obrigação" de dar continuidade e coerência aos assuntos.

Escrevo isto hoje, não só por mim, mas tambem por um amigo blogger que sei também ter um post difícil para escrever e que, tal como eu, imagino que esteja às voltas com o texto no cérebro sem saber em que ponta pegar para o por no ecrã, se é que sequer vai conseguir fazê-lo.

Tenho um post para escrever há uma semana, fui de viagem à espera de na volta ser mais fácil, mas a vida aqui ficou à minha espera. E não, não será mais fácil agora, continuo com um aperto no peito sempre que tento começá-lo. Mas vou escrevê-lo, não como obrigação para com os leitores, mas em jeito de terapia, porque esse texto será o fechar de um período que quero guardar nas boas recordações.

Ao meu amigo blogger que passa por um "bloqueio de post's" aconselho apenas isto mesmo, que despejar um texto, mesmo sem coerência ou continuidade, pode ser uma boa terapia de fecho. E os leitores (os que interessam) não se importam.

1 comentário:

SS disse...

Bjs grandes Amiguinha