sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Resoluções

No ano que vem vou fazer dieta, no ano que vem vou tirar a carta, no ano que vem vou deixar de fumar, no ano que vou vou fazer exercício, no ano que vem vou ser boa pessoa.

Todos nós já fizemos destas auto-promessas. Até eu já escrevi aqui algumas, mas as promessas são tão difíceis de manter. E a culpa não é nossa, não é de quem fez a promessa, é do mundo à roda.

Não estou a dizer que se vivêssemos sozinhos, isolados do mundo, seríamos perfeitos a cumprir tudo aquilo a que nos propomos. O que digo é que se vivêssemos sozinhos não faríamos promessas, porque não haveria necessidade. Ser mais saudável para quê? Ser boa pessoa para quê?

A culpa é dos outros, se queremos ser melhores, e a culpa de não conseguirmos cumprir aquilo a que nos propomos também. As coisas mudam, as pessoas mudam e as razões que tínhamos em Dezembro de 2011 também.

Se não conseguiram atingir os vossos objectivos em 2012, não faz mal, ninguém vos condena. Têm mais um ano inteirinho para os cumprir e se entretanto os planos mudaram, boa, podemos fazer promessas melhores!

A minha resolução para 2013 é cuidar de mim, e dos meus. E isso passa por viver um dia de cada vez, venha o que vier. Claro que tenho objectivos, mas quando chegar a Dezembro de 2013, se não os tiver atingido, sei que haverá boas razões para isso e que a culpa não será minha, porque terei a consciência limpa por ter feito o meu melhor.

Para 2013 só vos desejo o mesmo, que dêem o vosso melhor!

Sem comentários: