quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Summer Love

Tu vieste assim de repente, inundaste-me a pele sem pedir licença, e eu deixei, inebriada pela esperança de uma relação duradoura.

Mas ambos sabíamos que um dia isto havia de acabar. Foram semanas a não esquecer, mas agora tenho de te deixar ir.

Adeus querido bronzeado, quem sabe quando nos voltaremos a encontrar.


Sem comentários: