quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mais uma para a lista

Esta é mais uma história daquelas que hesito em contar, tal é a vergonha por tão estúpido e típico comportamento desta minha cabeça. No entanto, só agora me dei conta da asneirada, um ano depois da mesma, e já me consigo rir da situação, até mesmo contar aqui, para que se riam comigo, ou neste caso, de mim...

Ora, andava eu a organizar papelada, agrupando facturas por empresa, EDP Setembro 2009, SMAS Abril 2009, Via Verde Maio 2009, PT Janeiro...espera lá, que matrícula era aquela na Via Verde?
Ao passar pela factura da Via Verde, chamou-me a atenção a matrícula da mota. Se eu não pego na mota desde 2007, como é que passei na portagem em 2009? A lista de débitos de Maio era enorme e ali fiquei agarrada à factura, a tentar perceber como era possível.

Lembrei-me então que no dia em que troquei o saudoso Cordobamobil pela Megane, ao fazer a limpeza final, encontrei a Via Verde da mota no porta-luvas do carro. Foi assim que, ainda incrédula e agarrada à factura, me pus a comparar as datas e horas das passagens nas portagens entre a mota e o Cordobamobil. I-GUAL-ZI-NHAS!

Pronto, é este o facto, após pesquisa nas facturas, desde Novembro 2007 (altura em que deixei de andar de mota e meti a Via Verde no carro para levar para casa e guardar) a Agosto 2009 (altura em que troquei de carro) andei a pagar o dobro de Via Verde. Muito bom, não é? Sim, podem rir, até me podem chamar nomes, eu mereço.

Agora desculpem-me que eu vou ali bater com a cabeça num poste e já venho.

5 comentários:

Afonso Loureiro disse...

Na verdade, pagaste mais 70% da portagem. A mota tem desconto!

Jaggas (Pirralha) disse...

Diz-me o Homem-Que-Não-Assina que ainda devo reclamar, alegando que é impossível duas viaturas passarem ao mesmo tempo na Via Verde. O que dizem vocês?

SS disse...

E limpar o carro mais vezes, não? :)

Jaggas (Pirralha) disse...

Claramente não leste este post:
http://naogostodeervilhas.blogspot.com/2010/06/o-direito-camurca.html

Kawamura disse...

ó jasusa... no comments.