quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Auto armadilhas

Isto de ser distraído não é fácil. Tarefas que parecem banais e simples ao mais comum dos mortais tornam-se numa epopeia para uma pessoa distraída.
E os truques usados para combater a distracção tornam-se facilmente em armadilhas fatais.

Sair de casa de manhã com tudo o que é suposto é para mim do mais difícil que há. Em especial se os objectos não estiverem no local habitual (o mais seguro é nunca saírem do carro, o que explica a "arrumação" do mesmo).

É por isso que hoje deixei o portátil no tapete aqui ao lado da cama (sim, escrevo posts deitada) e sei perfeitamente que amanhã lhe vou pôr um pé em cima às 6h30, mas é garantido que vou lembrar-me de o levar. Pelo menos para fora do quarto vai, esperemos que não seja pela janela, depende do acordar...

Sem comentários: