segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

É deixá-los ser

Decepciono-me facilmente. Talvez porque sonho alto facilmente. Nem é preciso ser alto, sonho só....facilmente.
Fico triste quando alguém não gosta do que eu gosto.
Fico triste quando não consigo transmitir a alegria que algo me dá. Quando os outros não ficam contentes pelo mesmo motivo.
Principalmente quando são pessoas de quem gosto, ou que admiro, fico ainda mais triste.

Bate-me forte quando alguém que eu consigo ver ser alguém no futuro, não se vê a si próprio, e desiste, conforma-se.
Não é nada comigo, só estou ali para ajudar, mas toda a inércia, toda a falta de luta, me deixa triste. Porque eu consigo ver alto, consigo sonhar. E há pessoas que não, às vezes só porque têm medo, outras vezes porque nem sequer querem ver.

Durante quanto tempo devemos insistir para que alguém nos siga, mesmo que à volta tudo pareça um deserto?
Durante quanto tempo devemos puxar a mula, que insiste em espetar as patas no chão?
Durante quanto tempo conseguimos manter o entusiasmo e a força de seguir em frente, carregando connosco um peso que não quer vir?

O ser humano, a sua alma, é capaz de feitos inimagináveis, é capaz de tudo, se quiser.

Quem não quiser, é deixá-lo ser. Se vivemos bem com isso, é deixá-lo ser.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Momento Zen

Feliz Dia de Reis!