sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Optimismo

Parada no trânsito sem movimento à vista comecei a imaginar que a hora de jantar será aqui.
Antes de me meter nesta confusão passei no supermercado. Tenho uma lasanha congelada, leite e um par de chinelos.
Lasanha aquecida no motor do carro, acompanhada de leite com o extra de ter os pés quentinhos....podia ser pior!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Bimmer, não sou eu, és tu....

Não vou repetir o que este post já explicou tão bem, mas as notícias originais do New York Times e do Daily Mail deixam claro. Os condutores de BMW's são uns palhaços! Provado cientificamente!

“BMW drivers were the worst.”, diz o New York Times. E o Daily Mail informa ainda quais as marcas e cores mais propícias à estupidez do condutor. Segundo o estudo, se eu conduzisse "The Blue Bimmer" seria aquilo a que se chama "uma grande cabra", no melhor dos casos....


Estes supostos estudos não me ofendem minimamente. O que me ofende é o facto do estudo efectuado na América juntar ao bolo 0s condutores dos Prius. Isso sim, é coisinha para me elevar o mau-génio e atropelar velhinhas nas passadeiras. Prius? PRIUS? Como raio é que um condutor de Prius é mau condutor? É impossível exceder o limite de velocidade com aquilo e onde é que já se viu um ambientalista de mau-génio? Não é suposto serem todos pela paz e amizade e os animaizinhos e tal?


Por outro lado, se eu conduzisse um Prius era bem capaz de ficar de mau humor....

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Jantar de colesterol

Do outro lado do Atlântico isto é capaz de ser pequeno almoço para um mas aqui foi jantar de colesterol para dois.
O ananás é mais para cortar a consciência do que a gordura....

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Mia XIV

Disse-vos no post 14 que o final de ano foi atarefado e conto agora mais uma história desses dias.

Foi no dia 30 que eu e o meu coração mole não resistimos aos encantos de uma gatinha dócil e carente, que pedia mimos a toda a gente que passava, num parque de estacionamento. Foi com dificuldade que a deixei lá no primeiro encontro, mas quando cheguei a casa obtive prontamente o consentimento do Homem-Que-Não-Assina, claramente ainda imbuído de espírito festivo, e voltei ao parque para a recolher.

À primeira vista estava coxa, tinha um olho baço e estava muito cansada, porque dormiu quase 2 dias seguidos, só interrompendo para comer. Foi na visita ao veterinário que descobrimos uma fractura da cabeça do fémur (já com 2 semanas) e que a mancha no olho é uma cicatriz. E apesar dos seus 2kg, terá já cerca de 1 ano.

Esta foi a primeira foto que lhe tirei, para um anúncio "Encontrou-se gatinha...", mas passada uma semana ninguém respondeu e decidi que é minha. Já foi operada à perna, está bem disposta e repousa na sua nova casa, junto da sua nova família.

O nome é Mia porque numa pesquisa de celebridades coxas encontrei a Mia Farrow e XIV porque me apareceu na viragem para 2014. Além disso, esta referência papal dos nomes seguidos de numeração romana dá um ar chique e ao mesmo tempo, abençoado.




segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Eu, os velhos e as promoções

O Homem-Que-Não-Assina gosta tanto de praticar o zapping como eu, mas quando nenhuma das opções dos canais habituais satisfaz, ele põe no Discovery e já está. Eu, por outro lado, ponho na Eurosport.

Gosto de ver desporto, qualquer um que seja, desde partidas de xadrez a concursos do homem mais forte do mundo, gosto de ver tudo, e presto especial atenção aos métodos diferentes de cada atleta. A concentração, os tiques, as manias...

Talvez por ter esta predilecção por assistir a desporto, gosto também de assistir à abertura dos supermercados em dias de promoção. Os "atletas" alinhados na linha de partida, junto à entrada, com os olhos fixos no segurança que vai abrir as portas. A concentração, a análise que fazem dos concorrentes, o posicionar junto a um oponente mais fraco que lhes poderá dar a vantagem na partida, está tudo pensado e requer, além de muita experiência, muita dedicação e esforço.

O levantar cedo não será grande mostra de dedicação, já que 99% dos atletas estão na terceira idade e levantar com as galinhas já é natural, mas no momento da partida é notável o empenho por ultrapassar os concorrentes e chegar primeiro à arca frigorífica onde o camarão tigre está a metade do preço. Há depois todo o esforço de carregar o máximo de 12 embalagens permitidas pela cadeia de supermercado, isto porque na partida não se pode perder tempo a levantar um cesto ou conduzir um carrinho.

Como qualquer aficionado desportivo, também eu gosto de "dar uns toques" nas promoções de vez em quando e em dia de férias pré-reveillon lá fui também participar num desses eventos para amadores. Digo para amadores porque participei numa prova regional, não tenho nem sonho ter competência para me inscrever nos circuitos dos grandes centros urbanos.

Correu bem, a minha tenra idade em comparação com a concorrência foi o grande factor decisivo, consegui ter tempo para apanhar um cesto e caminhar calmamente até à arca frigorífica e cheguei ainda antes do segundo concorrente. Com muita tranquilidade, apanhei 2 caixas e fiquei depois perto de um expositor próximo a apreciar o resto da competição antes de me dirigir para a meta das caixas.


sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

14

Dizem que o que fazemos no primeiro dia do ano dita como será o resto do ano.
Não quero acreditar nisso, porque o primeiro dia do ano passei-o em casa, a ver TV, sendo que a única tarefa útil que desempenhei foi mudar as pastilhas de travão do carro, o que significaria que vai ser um ano de gastos com The Red Bimmer, e que de resto não vou fazer nada de jeito.

Foi no entanto um final de ano muito atarefado (já estão alinhados uns quantos post's com historietas de fim de ano), e pela primeira vez sem Resoluções de Ano Novo. Resoluções são aquelas ideias que a meio de Janeiro já não nos lembramos quais eram. Para 2014 tenho apenas convicções. Ou objectivos, como lhe queiram chamar. Alguns que só dependem de mim, outros que dependem de terceiros e outros ainda, que, imaginem bem...dependem do vento!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Os putos vão andar de triciclo